X
X

Diário da Região

30/04/2016 - 00h00min

OS GRANDES

Santos aposta no ‘matador’ Ricardo Oliveira

OS GRANDES

Depois de passar quatro anos nos Emirados Árabes Unidos, Ricardo Oliveira voltou ao Brasil no ano passado para ser campeão paulista, artilheiro com 11 gols e melhor jogador da competição. Neste ano, ele chega à final com dificuldades para repetir as façanhas individuais. Dentro do Santos, a avaliação é de que as atuações continuam boas e que, na verdade, o que fez no ano passado foi muito acima da média. “O Ricardo é uma referência, com gols e passes. Ele é o nosso artilheiro sempre”, disse Victor Ferraz.

Vários fatores explicam a diferença de desempenho. O principal foi a negociação frustrada coma China em fevereiro. Às vésperas do primeiro jogo da final do Paulistão, contra o Audax, Ricardo Oliveira se tornou pai pela terceira vez nesta sexta-feira, com o nascimento do filho Guilherme Lucca.

Audax

O lateral/meia Tchê Tchê, de 23 anos, não escapou de falar sobre a inevitável debandada de jogadores da equipe, que ganhou muita visibilidade ao eliminar São Paulo e Corinthians e chegar à final no Paulistão. Tchê Tchê desconversou sobre seu acerto com o Palmeiras por três temporadas. “Não tenho nada a declarar.” O goleiro Sidão, que assumiu o posto de titular após a lesão sofrida por Felipe Alves, seguirá na equipe.

São Paulo

Uma rápida demonstração de como se dança cumbia, ritmo típico latino, marcou a conquista pessoal do atacante Centurión. O primeiro dos dois gols do argentino mereceu a celebração especial nos 4 a 0 sobre o Toluca, do México, pelas oitavas de final da Libertadores. Centurión não marcava desde o ano passado. “Aceito as críticas e por isso fiquei emocionado na comemoração do primeiro gol. Foi uma maneira de extravasar”, afirmou.

Corinthians

O meia Giovanni Augusto acelerou o processo de recuperação da lesão que sofreu no tornozelo esquerdo e, nesta sexta-feira, participou de um treino leve, no CT Joaquim Grava. Tite ainda não descartou o retorno do meia. “Conversei com os médicos, mas o processo de evolução é lento, temos de esperar”, afirmou o treinador.

Palmeiras

O técnico Cuca pretende ter um elenco mais enxuto, mas sem perder a variação tática e opções para escalar o seu time ideal. Assim, a prioridade do treinador é contratar jogadores que possam atuar em mais de uma posição, como Róger Guedes e Tchê Tchê. Róger pode ser opção como atacante pelas pontas e também ajudar na criação de jogadas. Já Tchê Tchê, que se apresenta após a disputa da final do Paulista pelo Audax, joga como meia, lateral-direito e volante.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso