X
X

Diário da Região

01/02/2015 - 07h45min

Tricolor Escaldado

São Paulo aposta no entrosamento diante do algoz Penapolense

Tricolor Escaldado

Djalma Vassao/Gazeta Press Capitão Rogério Ceni é um dos remanescentes do time que foi eliminado pelo adversário de hoje, nas quartas de final, em pleno Morumbi
Capitão Rogério Ceni é um dos remanescentes do time que foi eliminado pelo adversário de hoje, nas quartas de final, em pleno Morumbi

Foram mais de 20 dias de preparação até a estreia no Campeonato Paulista e logo em seu primeiro compromisso oficial na temporada de 2015 o São Paulo já encontra um algoz. O Penapolense, rival de hoje, às 17 horas, no estádio Tenente Carriço, em Penápolis, eliminou o time tricolor em pleno Morumbi no último Estadual. Mas o cenário de 2014 em nada lembra o atual. Para se ter uma ideia das transformações sofridas ao longo da última temporada, apenas três titulares do time eliminado no ano passado nos pênaltis começam a partida: Rogério Ceni, Maicon e Luis Fabiano.


Talvez nem mesmo o mais fanático torcedor lembre que nomes como Wellington, Osvaldo e o colombiano Pabon estiveram no fiasco. Se no ano passado o São Paulo dava os primeiros passos em seu processo de reconstrução, a equipe entra na temporada fortalecida por uma base que foi praticamente inalterada em relação ao Campeonato Brasileiro, o que ao menos em tese dá a vantagem de entrar em campo com um entrosamento maior que o dos principais rivais, que passaram por mudanças mais profundas nos elencos e comissões técnicas.


Mas, por aqueles paradoxos que só o esporte é capaz de proporcionar, o São Paulo não entra exatamente tranquilo no estadual. As cobranças públicas do presidente Carlos Miguel Aidar, que disse que o técnico Muricy Ramalho "deve" um título ao São Paulo e será cobrado pessoalmente pelo dirigente, colocam a equipe sob pressão por resultados imediatos. Enquadrado, o treinador dá de ombros e minimiza as trombetas do chefe. Procuro pensar em coisas positivas, acho que não temos mais nada para falar sobre esse assunto".


Independente do discurso, Muricy Ramalho sabe que seu trabalho será avaliado com uma lupa de grosso calibre e tropeços não serão bem digeridos. Apesar de apenas Kaká e Alvaro Pereira terem saído em relação ao time que terminou 2014, Muricy Ramalho deve mudar o esquema e ressuscitar o 4-2-3-1 que naufragou no ano passado. Mesmo sem poder contar com Paulo Henrique Ganso e Souza, vetados pelo departamento médico, a tendência é que o time jogue aberto nas pontas. Maicon herda a vaga do volante enquanto Thiago Mendes entra aberto pela direita.


Alan Kardec, que fez os últimos treinos entre os reservas, deve ficar um pouco mais recuado para servir Luis Fabiano. "Temos uma maneira definida de jogar. Com o Maicon a gente ganha mais saída de bola, o Thiago cumpre bem a função pelo lado do campo e tem muita pegada e chegada e ganhamos nisso. Sem o Ganso perdemos aquela coisa do toque de bola, da profundidade, de jogar o futebol mais bonito. Fica um time mais pegado, mas também com mais velocidade", analisou Muricy Ramalho. Além de enfrentar um rival que tem no Estadual a sua única preocupação de momento, os jogadores acreditam que ainda vão sofrer com a falta de entrosamento e principalmente a ausência de ritmo de jogo.


Penapolense


Com o objetivo de repetir a mesma façanha da temporada passada, quando conquistou uma vaga na Série D do Brasileiro, o Penapolense luta para ter força máxima para a partida diante do São Paulo. O técnico Narciso ainda não sabe ou faz de conta que contará com o meia Wellington Bruno e o atacante Crislan. Eles estão em fase final de recuperação de suas respectivas lesões e se liberados devem iniciar do banco de reservas. A única dúvida ficou em uma possível entrada de Sérgio Mota no lugar de Washington.


Ficha técnica:


Penapolense


Leandro Santos; Arnaldo, Gualberto, Jailton e João Lucas; Gilmak, Fernando, Washington (Sérgio Mota) e Rafael Mota; Dimba e Diego Rosa. Técnico: Narciso.


São Paulo


Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Edson Silva e Carlinhos; Denilson, Maicon, Thiago Mendes e Michel Bastos; Alan Kardec e Luis Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho.


Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (Fifa). Local: estádio Tenente Carriço, em Penápolis, hoje, às 17 horas, com transmissão da Band e Globo.




>> Leia aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso