X
X

Diário da Região

04/03/2015 - 01h05min

Reforma na vila

Rio Preto tenta recompor administração e dar ânimo ao elenco

Reforma na vila

Hamilton Pavam Em campo, no primeiro contato com o grupo, o técnico Carlos Rossi conversou em particular com boa parte do elenco
Em campo, no primeiro contato com o grupo, o técnico Carlos Rossi conversou em particular com boa parte do elenco

O Rio Preto teve um dia de reuniões dentro e fora de campo. O começo ruim do Jacaré, com sete pontos em oito jogos no Campeonato Paulista da Série A-3, causou sete demissões e já muda a rotina do clube. Suélio Ribeiro, presidente do departamento de futebol, e o conselheiro José Eduardo Rodrigues, se reuniram, ontem à tarde, para definir novos nomes para administração.


"Precisamos sacudir a poeira. Vamos fazer tais mudanças em busca de eficiência e profissionalismo. O Carlos Rossi é vencedor e chega para classificar o time", disse Rodrigues. A debandada começou após a demissão do técnico Ricardo Mores e o preparador físico Márcio Henrique Justino de Oliveira, na última sexta-feira.


Elton Marcel da Silva, o Tatuí, gerente executivo de futebol, e Jairo Justino de Oliveira, supervisor de futebol, também deixaram o Jacaré, além do supervisor administrativo Rogério Egídio, o auxiliar técnico Clóvis Bento da Cruz e o auxiliar de preparação física Raul Evangelista. Apenas o gestor de futebol Márcio Marcassa Júnior ficou com a responsabilidade das rotinas administrativas, pré-jogos em casa e viagens.


O desejo é buscar Marcelo Barbarotti, que no ano passado trocou o Jacaré pelo Novorizontino, integrante da Série A-2. "O Marcelo é um menino de casa, competente e que temos interesse assim como o Wagner Violim, do Catanduvense. Mas são profissionais que estão empregados e estamos de olho no mercado", disse Ribeiro. Informalmente, Barbarotti, mesmo de Novo Horizonte, presta uma assessoria aos dirigentes do Jacaré.


Em campo, no primeiro contato com o grupo, o técnico Carlos Rossi conversou em particular com boa parte do elenco e fez exigências aos dirigentes. "Vamos, sim, concentrar antes do jogo. A concentração é importante para que os atletas tenham o máximo de tempo para conversar sobre o que precisam fazer em campo. Outra coisa, é que o refeitório do clube precisa voltar a funcionar. O jogador não irá se alimentar com comida industrial", disse o novo comandante.




>> Leia aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso