X
X

Diário da Região

07/11/2015 - 12h30min

Paulistão

Queda de arquibancada pode abrir caminho para Mirassol

Paulistão

O Mirassol não quis se pronunciar sobre o estrago no estádio do Água Santa, em Diadema -  parte da arquibancada de seu estádio que está sendo reformado caiu na manhã deste sábado, 7. O clube da região vive a expectativa de ser promovido ao Paulistão, caso o Água Santa não conclua as obras. A Federação Paulista de Futebol irá decidir quem ficará com a vaga na próxima quarta-feira, 11 .

O Mirassol, por meio de sua assessoria de imprensa, disse que não irá comentar o estrago e espera por oficial das Federação Paulista de Futebol.

O acidente aconteceu na manhã deste sábado. Rapidamente chegou a equipe do Corpo de Bombeiros e os feridos foram levados para o hospital. Não houve nenhuma morte, segundo informou a assessoria do clube. "É muito cedo para dizer alguma coisa. O que aconteceu foi que uma parte da tribuna, com cerca de mil e poucos lugares, desabou. Alguns profissionais ficaram machucados, ao que parece sem gravidade, e foram levados para o hospital", explicou Paulo Farias, presidente do Água Santa.

O clube ainda não tem dimensão do impacto que isso terá no processo de aceitação do campo pela Federação Paulista de Futebol. As obras estavam sendo feitas para aumentar a capacidade do estádio de Inamar de três mil lugares para 10 mil. Antes do acidente deste sábado, o presidente do clube havia enviado laudo à FPF garantindo que o estádio estaria apto a receber partidas da Série A1.

"Acho que é uma situação que dá para resolver. Na Copa do Mundo, teve estádio que desabou e mesmo assim as obras continuaram. Nós estamos dentro do cronograma e tranquilos em relação aos prazos. Só gostaria que tivessem um pouco de sensibilidade com a situação, pois temos o direito de disputar a Série A1", continuou Farias.

Apesar de se classificar no campo para a elite do Paulistão, o clube precisava atestar que possuía um estádio acima de 10 mil lugares para receber seus jogos. No começo do ano, o estádio Distrital de Inamar foi interditado para que a grama sintética fosse trocada pela natural. Fundado em 1981, o Água Santa se profissionalizou apenas em 2011 e, da lá para cá, conseguiu uma sequência de acessos no futebol paulista. Logo em seu primeiro ano, foi vice da Série B1. No ano seguinte, foi terceiro na A3 e, em 2014, foi o quarto colocado na A2.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso