X
X

Diário da Região

03/08/2016 - 18h10min

Rio 2016

Em estreia do Brasil no Rio-2016, seleção feminina de futebol vence China

Rio 2016

foto: Roberto Castro/Brasil2016 Brasil estreia com vitória contra a China, no Engenhão, na Rio 2016 (foto: Roberto Castro/Brasil2016)
Brasil estreia com vitória contra a China, no Engenhão, na Rio 2016 (foto: Roberto Castro/Brasil2016)

Com um futebol bastante ofensivo, a seleção feminina de futebol derrotou na tarde desta quarta-feira a China, em jogo disputado no Engenhão, na estreia do Time Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

O placar de 3 a 0 até pareceu modesto diante do número de oportunidades que o Brasil desperdiçou no segundo tempo. Mônica, aos 35 minutos de jogo, marcou o primeiro gol da estreia brasileira na Olimpíada do Rio. Andressa Alves, aos 12 minutos da segunda etapa, fez o segundo. A artilheira Cristiane, de cabeça, fechou o placar aos 43 minutos. O time treinado por Oswaldo Alvarez, o Vadão, jogou bem, sempre com forte presença no campo adversário. A torcida, que ocupava metade do Engenhão incentivou muito a seleção.

Fazia barulho e empurrava as jogadoras para o ataque desde o início. Logo a 1 minuto, a artilheira Cristiane chutou e a goleira chinesa defendeu. A partir daí, o jogo foi só ataque contra defesa.

O primeiro escanteio para a China aconteceu aos 37 minutos. Chance de gol da seleção asiática só aos 46 minutos, quando brasileira Fabiana cabeceou para trás, longe da goleira Bárbara. A bola quase entrou. As chances de gol para o Brasil vinham em sequência, como aconteceu com Beatriz, aos 14, 20 e 28, e Cristiane, aos 15 minutos.

Aos 32, uma chinesa impediu o gol em cima da linha. Até que aos 35 minutos, em uma jogada quase de "pelada", a zagueira Mônica, com os pés fincados na grama, sem saltar, cabeceou fraco no canto. A bola passou por um monte de pernas e entrou.

A cabeçada de Mônica foi a quarta seguida. Na disputa da bola dentro da área, duas brasileiras e uma chinesa cabecearam para o alto. No tumulto, veio o gol, que surpreendeu torcedores e até as jogadoras, tal o aglomerado de gente dentro da área. O Engenhão teve uma tarde festiva e muito barulhenta.

O sistema de som do estádio transmitia músicas, mensagens, brincadeiras e tudo o mais que produzisse som alto. Era quase impossível ouvir o que a pessoa sentada ao lado falava. No segundo tempo, a pressão continuou. O Brasil desperdiçou bons ataques no início. Criou chances, mas finalizava mal ou, pior, o último passe era ruim.

Até que aos 12 minutos a craque Marta fez jogada de linha de fundo pela direita e rolou para a avante Andressa Alves, do Barcelona, que marcou de primeira. Aos 33 minutos, Vadão substituiu Marta por Debinha. A craque saiu ovacionada pelo público. A seleção ainda conseguiu perder mais gols até o final. Quando o jogo ia para o final, Cristiane acertou cabeçada em cobrança de falta pela esquerda. Mesmo derrotada, a China permaneceu na defesa. Poucas vezes foi à frente.

E a torcida foi até o fim gritando "olé". A seleção feminina busca no Rio a inédita medalha de ouro. Depois de bater na trave, com a prata em Atenas-2004 e Pequim-2008, o time nacional caiu nas quartas de final em Londres-2012. Nesta busca, o time comandado pelo técnico Vadão somou seus primeiros três pontos no Grupo E. Divide a liderança da chave com a Suécia, que mais cedo venceu a África do Sul por 1 a 0. Brasileiras e suecas vão se enfrentar no sábado, novamente no Engenhão, às 22 horas.

FICHA TÉCNICA:

BRASIL 3 x 0 CHINA BRASIL - Bárbara; Fabiana (Poliana), Rafaelle, Mônica e Tamires; Thaísa (Andressinha), Formiga e Marta (Débora); Andressa Alves, Cristiane e Bia,

Técnico: Vadão.

CHINA - Zhao Lina; Li Dongna, Wang Shanshan (Ma Xiaoxu), Liu Shanshan e Wu Haiyan; Zhao Rong, Tan Ruyin, Pang Fengyue, Zhang Rui e Wang Shuang (Gu Yasha); Yang Li.

Técnico: Bruno Bini.

GOLS - Mônica, aos 34 minutos do primeiro tempo. Andressa Alves, aos 13, e Cristiante, aos 44 minutos do segundo tempo. ÁRBITRA - Carol Anne Chenard (Canadá).

CARTÃO AMARELO - Wu Haiyan (China). RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis. LOCAL - Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso