Diário da Região

01/07/2016 - 00h00min

OLIMPÍADAS

Nadadora Etiene Medeiros é inocentada em caso de doping

OLIMPÍADAS

Flagrada em exame antidoping pelo uso de Fenoterol, substância presente em um medicamento para tratamento de asma, Etiene Medeiros está liberada para disputar os Jogos Olímpicos do Rio, em agosto. Nesta quinta-feira, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) revelou que a nadadora do Sesi-SP foi julgada e inocentada.

De acordo com a CBDA, o colegiado do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu por unanimidade que nenhuma culpa ou negligência poderia ser imputada à atleta, declarando assim a sua inocência.

Etiene testou positivo para Fenoterol no exame realizado no dia 8 de maio, fora do período de competições. Em 2 de junho, ela foi informada do resultado adverso e solicitou a abertura da amostra B de sua urina, que confirmou a presença da substância proibida. A atleta pernambucana se retirou voluntariamente das competições enquanto não era julgada. A nadadora sofre de asma e a substância Fenoterol é comumente prescrita para tratar desta doença.

Ela fez índice para quatro provas individuais e se classificou para mais dois revezamentos na Olimpíada. Só estará, entretanto, em quatro provas no total: 50 metros livre, 100 metros livre e 50 metros costas, além do revezamento 4x100 metros livre. Ela abriu mão dos 100 metros borboleta e do revezamento 4x100 metros medley.

Russos

Yelena Isinbayeva parece ter mudado de ideia e pode disputar a Olimpíada do Rio, ainda que seja proibida de representar a Rússia. Nesta quinta-feira, um porta-voz da Federação Russa de Atletismo revelou que a bicampeã olímpica do salto com vara solicitou à Associação Internacional das Federações de Atletismo para que seja incluída na lista de exceções à suspensão imposta ao país. O atletismo russo foi excluído da Olimpíada por causa dos casos de doping.

Tênis

A Federação Internacional de Tênis (ITF) anunciou a lista de atletas que têm vaga nos Jogos Olímpicos do Rio, aceitando parcialmente as indicações de Rogério Dutra Silva e André Sá. Rogerinho irá à Olimpíada se participar do duelo da Davis entre Brasil e Equador, em Belo Horizonte, de 15 a 17 de julho. André Sá não joga a Davis desde 2009. Ainda que fosse chamado para enfrentar o Equador, não atingirá a cota cobrada pela ITF. O caso dele será decidido pelo Comitê de Apelação da ITF.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso