X
X

Diário da Região

25/04/2015 - 02h12min

Duelo de Campeões

Mirassol e Novorizontino fazem a decisão regional para o acesso

Duelo de Campeões

Sergio Isso / Johnny Torres Guilherme Alves (esq.) foi campeão do A-3 com o próprio Tigre, enquanto Evaristo Piza (dir.) levou o Capivariano à elite estadual
Guilherme Alves (esq.) foi campeão do A-3 com o próprio Tigre, enquanto Evaristo Piza (dir.) levou o Capivariano à elite estadual

Novorizontino e Mirassol se enfrentam pela primeira vez, hoje, e já em clima de decisão, às 20 horas, no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte. Quem vencer o duelo pela penúltima rodada da Série A-2 do Campeonato Paulista dará um passo importante rumo ao Paulistão de 2016.

Não bastasse à corrida pelo G-4, o jogo esquentou com treino de portão fechado e a euforia dos torcedores. Dez mil ingressos foram colocados à venda, a torcida mirassolense promete invadir Novo Horizonte com dez ônibus, e os técnicos Guilherme Alves, atual campeão da Série A-3, e Evaristo Piza, atual campeão da Série A-2, fazem mistério, com direito a treino secreto durante a semana.

Os dois vizinhos, separados por 105 quilômetros, estão colados na classificação. O Novorizontino é o quarto colocado, com 33 pontos, enquanto que o Mirassol está em sexto lugar, com 32. O Tigre é o único que, se vencer, pode subir ainda hoje. Mas, para isso, precisa de uma combinação improvável de resultados, como tropeços do Água Santa de Diadema contra o Monte Azul, do Guarani frente ao Velo Clube e do Independente diante do Sorocaba, além do São Caetano contra a Ferroviária, na segunda-feira.

Com estilos diferentes, os novatos Guilherme Alves, de 40 anos, e Evaristo Piza, de 42, são considerados promissores e querem neste ano dar sequência às conquistas. O treinador do Tigre cobra o tempo todo e não poupa palavrões aos seus atletas, enquanto que Piza faz o estilo "paizão". "Somos dois técnicos iniciantes, e eu vejo o Guilherme com muito potencial", disse Piza, que terá trabalho.

O Tigre é muito forte em seu domínio. Em oito jogos no Jorjão venceu seis, empatou um e perdeu apenas para o Santo André por 2 a 0. "O Novorizontino tem um elenco perigosíssimo, muito forte. Manteve a base campeã do ano passado, soube contratar e a torcida tem empolgado o grupo", comenta Piza.

A sorte é que o Leão tem quase todo o elenco à disposição. Apenas o volante Adriano sente dores musculares e é dúvida. Piza deve manter o esquema com três zagueiros e acredita na volta de Pereira, artilheiro do Tigre com sete gols. "Temos que estar atentos a tudo. É um time que marca e sair muito forte para atacar. O Pereira está muito bem e deve jogar", opina Piza.

 

Zagueiro Marcelo Bispo - Novorizontino O zagueiro Marcelo Bispo, que defendeu o Mirassol em 2014, agora está no Tigre

Por outro lado, Guilherme Alves quebra a cabeça para montar o seu time. O lateral Marcelinho e o volante Jackson estão suspensos. O ala direito Lucas Néwiton e o meia Pereira, artilheiro do time com sete gols, se recuperaram de lesões e devem voltar. Pereira é o mais cotado e, ausente contra a Ferroviária e Barbarense, fez muita falta. "O Pereira será avaliado e não sabemos se vai voltar", desconversou Alves.

Xerifão do Tigre faz alerta

Companheiro do lateral-direito Kevin e do atacante Ermínio, duas armas do Mirassol no duelo de hoje, o zagueiro Marcelo Bispo trocou o Mirassol pelo Novorizontino e faz alertas. "O Kevin é muito novo, com 17 anos é titular numa Série A-2 , e o Ermínio é perigoso. É aquele atacante que nunca desiste da bola e toda hora que ir pra cima", descreve o xerifão do Novorizontino. 

"Vai ser uma batalha. Como a gente conversa no vestiário, nessa Série A-2 por pontos corridos, todo jogo é uma final." Marcelo Bispo teve uma curta e frustrada passagem pelo Mirassol. Depois de defender o Linense no Paulistão de 2014, ele foi disputar a Copa Paulista, no segundo semestre, pelo clube mirassolense, que foi eliminado logo na primeira fase. 

"O Mirassol tinha um time bom, mas nada deu certo na competição. Eu gostei do clube, mas já estava acertado com o Novorizontino", informou o zagueiro, que rasgou elogios ao Tigre. "O Novorizontino tem muita organização, estrutura, pagamento e bicho em dia, além do valor fechado pelo acesso", destacou. 

 

Magrão - Mirassol Campeão no Novorizontino em 2014, Magrão agora defende o Leão

Magrão está do outro lado

Zagueiro do Novorizontino na conquista da Série A-3 do Paulista no ano passado, com o técnico Guilherme Alves, Magrão ganhou a confiança de Evaristo Piza ao longo deste A-2. Quando Piza assumiu, Magrão já era jogador mirassolense e precisou mostrar seu valor para ser inscrito no estadual. Hoje, ele é o "homem da sobra" com a missão de conter as investidas do veloz ataque do Tigre. 

"Eu tenho um carinho especial por esses dois treinadores. O Guilherme me ajudou muito, me resgatou para o futebol, porque eu estava desiludido e sem receber. Já o Piza me deu todo o apoio, confiança e me motiva muito", comentou Magrão. Apesar do coração dividido, o zagueiro não titubeia ao ser questionado qual o clube, hoje, merece o acesso ao Paulistão. 

O Tigre foi regular durante todo o campeonato e caiu de rendimento após perder alguns de seus titulares por lesões. O Leão embalou na reta final e, se vencer hoje, entra no G-4 pela primeira vez. "O Mirassol merece muito esse acesso, desde o ano passado, e tem uma estrutura de primeira divisão", disse Magrão. 

Caravana do Leão lota oito ônibus

Cerca de 500 mirassolenses devem ir ao estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte, hoje, para incentivar o Mirassol na decisão contra o Novorizontino. Até ontem à noite, Alfredo Antunes, responsável pela caravana, informou que oito ônibus estavam lotados. "Há outros torcedores que irão de van e alguns com seus veículos próprios", destacou Antunes.

A diretoria do Novorizontino baixou o preço do ingresso da arquibancada para R$ 10. Dono da melhor média de público na região, com 4,1 mil torcedores por jogo, o Tigre pretende colocar dez mil pessoas hoje no Jorjão. Na segunda-feira, na vitória de 2 a 1 sobre o Barbarense, foram vendidos 7.712 ingressos. "A força da torcida foi fundamental para nossa vitória diante do Barbarense", apontou o goleiro Tom. 

Ficha técnica:

Novorizontino

Tom; Lucas Néwiton, Marcelo Bispo, Guilherme Teixeira e Thiago Pereira; Deda, Jackson, Rayllan e Pereira; Beto e Cléo Silva. Técnico: Guilherme Alves.

Mirassol

Gatti; Jorge Luiz, Magrão e Bruno Maia; Kevin, Alex Silva, Xaves, Marcelo Toscano e César; Ermínio e Marcelo Macedo. 
Técnico: Evarista Piza.

Árbitro: Aurélio Sant'Anna Martins. Local: estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte, hoje, às 20 horas. Ingressos: R$ 10 (geral) e R$ 35 (coberta). Há meia-entrada nos dois setores.

 

Campanhas do Novorizontino e Mirassol Clique aqui para ampliar

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>> Leia aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso