X
X

Diário da Região

17/12/2016 - 00h00min

TRAGÉDIA DA CHAPECOENSE

Lateral é o 1º brasileiro a ter alta hospitalar

TRAGÉDIA DA CHAPECOENSE

Reprodução Youtube O lateral-direito Alan Ruschel, da Chapecoense, recebeu alta do hospital onde estava internado em Chapecó
O lateral-direito Alan Ruschel, da Chapecoense, recebeu alta do hospital onde estava internado em Chapecó

O lateral-direito Alan Ruschel, da Chapecoense, recebeu alta do hospital onde estava internado em Chapecó, em Santa Catarina, nesta sexta-feira, por volta das 16h20 (de Brasília). O jogador é o primeiro dos quatro sobreviventes brasileiros do acidente aéreo, que deixou 71 pessoas mortas na Colômbia, a ir para casa. O atleta passou pela porta do hospital Unimed Chapecó em uma cadeira de rodas, levantou-se e entrou no carro dos familiares para superar mais uma etapa do seu processo de recuperação. Neste sábado, Alan Ruschel dará a sua primeira entrevista coletiva sobre a tragédia.

Os médicos destacaram uma grande evolução do paciente, que estava sujeito apenas ao fim do tratamento com os antibióticos e à avaliação ortopédica final para ser liberado para ir para casa. O corpo médico do hospital Unimed disse também estar surpreso com a rápida recuperação do jogador, um dos passageiros do voo da LaMia que caiu nos arredores de Medellín, na Colômbia, no dia 29 de novembro.

Outro dos brasileiros que sobreviveram à tragédia da Chapecoense, o jornalista Rafael Henzel deve ter alta do mesmo hospital nesta segunda-feira. De acordo com boletim médico divulgado nesta sexta, ele passa bem, sem apresentar problemas clínicos nas últimas 24 horas. “Ele está sendo submetido a curativos diários na lesão do dorso do pé esquerdo, que apresentava-se com necrose e processo infeccioso”, explicou o boletim. A ferida é o maior problema enfrentado pelo jornalista no momento. Diante do quadro, Henzel seguirá o tratamento na ferida e fará fisioterapia respiratória e motora. Henzel chegou ao hospital de Chapecó na noite de terça-feira.

O quadro mais sério era o do zagueiro Neto. Porém, ele exibiu boa recuperação nos últimos dias. Ele foi o último sobrevivente brasileiro a desembarcar em solo nacional, na noite de quinta-feira, em Chapecó. Neto já superou a pneumonia, que atrapalhou a sua reabilitação na Colômbia, mas ainda se recupera de lesões na mão, perna e tornozelo esquerdos, e de uma fratura na 5ª vértebra lombar. Tem ainda uma lesão no tendão patelar da perna direita. De acordo com o boletim, em sua primeira noite de volta ao Brasil, o zagueiro dormiu pouco, mas alimentou-se bem. E reclamou de dores nas costas.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso