X

Diário da Região

12/06/2015 - 08h30min

Genebra

Interpol suspende acordo com a Fifa após receber US$ 20 milhões da entidade

Genebra

A Interpol suspendeu seu programa de cooperação com a Fifa e que, por anos, tentou atacar a manipulação de resultados e o envolvimento do crime organizado no futebol. A decisão de se afastar da entidade máxima do futebol vem dias depois que a Interpol colocou em seu alerta vermelho cartolas e dirigentes do futebol, foragidos desde que o FBI lançou uma operação contra a corrupção no futebol. Em um comunicado, a organização policial com sede em Lyon indicou que recebeu US$ 20 milhões (aproximadamente R$ 62 milhões) nos últimos dez anos para criar um programa de combate ao crime dentro do futebol. "Decidi suspender o acordo", declarou nesta manhã de sexta-feira o diretor da Interpol, Jurgen Stock. Para ele, qualquer acordo entre a entidade e outros parceiros deve seguir os "princípios" da Interpol. Nos últimos quatro anos, o programa conjunto da Interpol e a Fifa "contribuiu para prevenir a manipulação de eventos esportivos pelo crime organizado". Em resposta, a Fifa emitiu um comunicado, alertando que estava "decepcionada" com a decisão da Interpol de abandonar o acordo. "O sucesso do programa não tem relação com os problemas atuais afetando a Fifa e acredita que essa decisão unilateral terá um impacto negativo na luta contra o crime organizado", indicou a organismo que controla o futebol mundial. Além da prisão de dirigentes da Fifa, o escândalo recente revelou que Joseph Blatter havia pago 5 milhões de euros (cerca de R$ 17 milhões) a cartolas da Irlanda para que esquecessem o gol irregular de Thierry Henry, em 2009, e que tirou a seleção do país da Copa do Mundo de 2010.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso
Interpol suspende acordo com a Fifa após receber US$ 20 milhões da entidade Diário da Região - ESPORTES
X

Diário da Região

12/06/2015 - 08h30min

Genebra

Interpol suspende acordo com a Fifa após receber US$ 20 milhões da entidade

Genebra

A Interpol suspendeu seu programa de cooperação com a Fifa e que, por anos, tentou atacar a manipulação de resultados e o envolvimento do crime organizado no futebol. A decisão de se afastar da entidade máxima do futebol vem dias depois que a Interpol colocou em seu alerta vermelho cartolas e dirigentes do futebol, foragidos desde que o FBI lançou uma operação contra a corrupção no futebol. Em um comunicado, a organização policial com sede em Lyon indicou que recebeu US$ 20 milhões (aproximadamente R$ 62 milhões) nos últimos dez anos para criar um programa de combate ao crime dentro do futebol. "Decidi suspender o acordo", declarou nesta manhã de sexta-feira o diretor da Interpol, Jurgen Stock. Para ele, qualquer acordo entre a entidade e outros parceiros deve seguir os "princípios" da Interpol. Nos últimos quatro anos, o programa conjunto da Interpol e a Fifa "contribuiu para prevenir a manipulação de eventos esportivos pelo crime organizado". Em resposta, a Fifa emitiu um comunicado, alertando que estava "decepcionada" com a decisão da Interpol de abandonar o acordo. "O sucesso do programa não tem relação com os problemas atuais afetando a Fifa e acredita que essa decisão unilateral terá um impacto negativo na luta contra o crime organizado", indicou a organismo que controla o futebol mundial. Além da prisão de dirigentes da Fifa, o escândalo recente revelou que Joseph Blatter havia pago 5 milhões de euros (cerca de R$ 17 milhões) a cartolas da Irlanda para que esquecessem o gol irregular de Thierry Henry, em 2009, e que tirou a seleção do país da Copa do Mundo de 2010.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso