Diário da Região

11/06/2012 - 19h05min

São Paulo

Gol fora será 'fundamental' para Corinthians, diz Danilo

São Paulo

Helio Tuzi Psiquiatra afirma que não devemos ficar esperando pela felicidade
Psiquiatra afirma que não devemos ficar esperando pela felicidade

Tanto nas oitavas quanto nas quartas de final da Libertadores, o Corinthians empatou por 0 a 0 fora de casa e buscou a vitória na partida de volta, no Pacaembu, para se classificar. A receita usada diante de Emelec e Vasco, respectivamente, no entanto, não poderá ser seguida contra o Santos, nas semifinais. Pelo menos foi o que disse o meia Danilo, que apontou a necessidade de marcar gols na Vila Belmiro nesta quarta-feira, no jogo de ida, para ter mais tranquilidade na volta.

"O gol fora será fundamental. Temos que marcar porque vai nos ajudar. Jogar lá é muito difícil. Sem a bola vamos procurar marcar, tirar espaços. Mas com a bola, temos a característica de atacar e buscar o gol. Vamos ter chances lá também. Temos de fazer um grande jogo, ir bem na Vila é fundamental", declarou o jogador.

Mas para isso o Corinthians terá que superar a má fase do Campeonato Brasileiro. A equipe está tendo um péssimo início na competição, somou apenas um ponto nas quatro primeiras rodadas e amarga a lanterna. Danilo lembrou que a Libertadores é considerada prioridade no clube e minimizou o momento na competição nacional.

"Esta fase não interfere, seguimos com a mesma motivação contra o Santos. Claro, era melhor ter somado mais pontos no Brasileiro, se você não começa bem pode faltar no final, mas é um torneio longo e na Libertadores temos só mais quatro jogos para sermos campeões. Por isso, nosso pensamento e nossas forças estão nesses jogos", apontou.

Foi justamente Danilo o autor do único gol corintiano no Campeonato Brasileiro, no empate por 1 a 1 diante do Figueirense, na última quarta. Agora ele é aposta de gols da equipe também para a Libertadores e, nesta segunda-feira, participou do treinamento atuando mais ofensivamente, quase como um centroavante.

O jogador encarou com naturalidade esta nova função e disse que já atuou de forma parecida em outras oportunidades. "Nunca joguei de centroavante, mas de atacante sim. Não sou homem de jogar parado, jogo me movimentando, buscando a bola. Mas também posso chegar como surpresa", analisou.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso