X

Diário da Região

28/05/2015 - 15h25min

Brasília

George Hilton defende investigação na Fifa, mas evita manifestar apoio à CPI

Brasília

O ministro do Esporte, George Hilton, defendeu nesta quinta-feira a investigação internacional conduzida pelo FBI, a Polícia Federal dos Estados Unidos, sobre esquema de corrupção na Fifa. A operação prendeu na quarta-feira sete dirigentes da entidade, entre eles o ex-presidente da CBF José Maria Marin. "O governo apoia as investigações e quer que tudo seja devidamente esclarecido", disse o ministro. "Nós entendemos que as investigações precisam e devem ocorrer", afirmou Hilton, após participar de audiência na Câmara dos Deputados. Ao ser questionado pelo Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, se o esquema poderia ter agido na organização da Copa de 2014, o ministro disse que o governo "não sabia ainda" sobre eventuais desvios ocorridos na organização da competição no Brasil. "Iremos acompanhar cada passo (da investigação) e, se isso efetivamente aconteceu (no Mundial), nós estamos abertos que haja investigações, que se esclareça e que os eventuais culpados sejam punidos no rigor da lei", declarou o ministro. "O que o governo vai fazer é, a partir dos esclarecimentos, se posicionar e exigir que se faça o que determina a nossa Justiça", observou. O ministro evitou, contudo, manifestar apoio à criação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a CBF, cujo pedido foi protocolado no Senado Federal pelo senador e ex-jogador Romário (PSB-RJ). "O parlamento tem essa prerrogativa e acredito que toda investigação tem de ser respeitada", considerou.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso
George Hilton defende investigação na Fifa, mas evita manifestar apoio à CPI Diário da Região - ESPORTES
X

Diário da Região

28/05/2015 - 15h25min

Brasília

George Hilton defende investigação na Fifa, mas evita manifestar apoio à CPI

Brasília

O ministro do Esporte, George Hilton, defendeu nesta quinta-feira a investigação internacional conduzida pelo FBI, a Polícia Federal dos Estados Unidos, sobre esquema de corrupção na Fifa. A operação prendeu na quarta-feira sete dirigentes da entidade, entre eles o ex-presidente da CBF José Maria Marin. "O governo apoia as investigações e quer que tudo seja devidamente esclarecido", disse o ministro. "Nós entendemos que as investigações precisam e devem ocorrer", afirmou Hilton, após participar de audiência na Câmara dos Deputados. Ao ser questionado pelo Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, se o esquema poderia ter agido na organização da Copa de 2014, o ministro disse que o governo "não sabia ainda" sobre eventuais desvios ocorridos na organização da competição no Brasil. "Iremos acompanhar cada passo (da investigação) e, se isso efetivamente aconteceu (no Mundial), nós estamos abertos que haja investigações, que se esclareça e que os eventuais culpados sejam punidos no rigor da lei", declarou o ministro. "O que o governo vai fazer é, a partir dos esclarecimentos, se posicionar e exigir que se faça o que determina a nossa Justiça", observou. O ministro evitou, contudo, manifestar apoio à criação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a CBF, cujo pedido foi protocolado no Senado Federal pelo senador e ex-jogador Romário (PSB-RJ). "O parlamento tem essa prerrogativa e acredito que toda investigação tem de ser respeitada", considerou.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso