X
X

Diário da Região

02/09/2016 - 00h00min

O ILUMINADO

Gabriel Jesus marca dois gols na vitória brasileira sobre o Equador

O ILUMINADO

Pedro Martins/MoWA Press 1/9/2016 Gabriel Jesus desequilibrou e garantiu o triunfo brasileiro sobre os equatorianos
Gabriel Jesus desequilibrou e garantiu o triunfo brasileiro sobre os equatorianos

O técnico Tite teve uma estreia de gala na Seleção Brasileira. A equipe jogou uma excelente partida, dominou totalmente o até então invicto Equador e venceu por 3 a 0, nesta quinta-feira, no estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, pela sétima rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Foi um triunfo incontestável. Gabriel Jesus foi o destaque da partida - fez dois gols e sofreu o pênalti do primeiro. E o treinador, que levou a Seleção aos 12 pontos, sorriu como criança ao final do jogo.

Antes mesmo de a bola rolar, Tite chamou o meia Willian para dar uma instrução. Em pé com os braços cruzados, tinha expressão ansiosa. Depois, passou quase todo o primeiro tempo de pé. Gesticulou bastante, sempre indicando posicionamento para os jogadores. Vez ou outra, após a conclusão de uma jogada, brasileira ou equatoriana, virava-se para o banco de reservas e comentava alguma coisa com seus auxiliares.

Tite deu algumas broncas, como em Willian, após o meia perder uma bola que permitiu ao Equador um ataque bastante perigoso, mas também elogiou as jogadas bem feitas. Ao final da etapa, o treinador teve mais motivos para elogiar do que para dar broncas. A Seleção jogou relativamente bem nos primeiros 45 minutos. Não permitiu ao Equador pressionar - como o técnico Gustavo Quinteros queria. Marcou bem, tocou a bola e criou as melhores oportunidades.

O Brasil também falhou, principalmente os laterais. Daniel Alves, na direita, perdeu várias disputas para Jefferson Montero, e Marcelo, na esquerda, deixou muitos espaços. Esse foi o principal problema da equipe na etapa. Em compensação, os zagueiros de área comportarem-se muito bem.

A equipe voltou ainda melhor no segundo tempo. Jogando com um pouco mais de rapidez, com Neymar mais esperto do que na primeira etapa, o Brasil dominou e atacou mais. O jogo ficou mais franco e os equatorianos ameaçaram algumas vezes, mas não com grande perigo.

O time brasileiro, ao contrário, teve boas chances, com Renato Augusto e Marcelo, sendo que o chute do lateral-esquerdo da entrada da área levou Tite ao desespero. A Seleção estava bem, mas o gol não saiu e o técnico ficou ainda mais agitado e nervoso. Alternava momentos em que gesticulava e falava muito, com outros em que cruzava os braços.

O time estava bem, mas Willian não funcionava e Tite o trocou por Phillipe Coutinho. Aí, o domínio aumentou e veio o primeiro gol. Gabriel Jesus, que fez ótima partida, foi derrubado na área pelo goleiro Dominguez. Neymar bateu e abriu o placar aos 26 minutos. O treinador comemorou, mas logo chamou Renato Augusto para dar instrução - pediu atenção total para neutralizar a pressão que viria.
No entanto, o Brasil continuou mandando na partida, só passou um momento de real perigo - chute de Bolaños e grande defesa de Alisson - criou chances e chegou ao segundo gol, aos 41 minutos. Golaço de Gabriel Jesus, de calcanhar, após triangulação entre Phillipe Coutinho, Neymar e Marcelo.

Aí, Tite explodiu. Pulou, abraçou e cerrou os punhos. Gabriel Jesus fez outro belo gol, aos 46, para premiar o chefe. Agora é pensar na Colômbia, nesta terça-feira, às 21h45, na Arena Amazônia, em Manaus, pela oitava rodada.

Ficha técnica

Equador - Domínguez; Paredes, Achilier, Arturo Mina e Walter Ayovi; Gruezo (Gaibor), Noboa, Enner Valencia, Montero (Arroyo) e Bolaños; Caicedo (Ibarra). Técnico: Gustavo Quinteros.

Brasil - Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Renato Augusto; Willian (Philippe Coutinho), Gabriel Jesus e Neymar. Técnico: Tite.

Gols: Neymar (pênalti) aos 26, Gabriel Jesus aos 41 e aos 46 minutos do segundo tempo. Árbitro: Enrique Cáceres (Paraguai). Expulsão: Paredes (Equador). Renda: Não disponível. Público: 34.887 pagantes. Local: estádio Olímpico Atahualpa, em Quito (Equador), na noite desta quinta-feira.

Messi marca o gol da vitória argentina

Em sua volta à seleção da Argentina, Messi foi mais uma vez decisivo para a sua equipe. Nesta quinta-feira, no estádio Malvinas Argentinas, em Mendoza, o craque do Barcelona marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Uruguai e colocou o país na liderança isolada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, que será na Rússia. Após sete rodadas, são 14 pontos - um a mais que Uruguai, Colômbia e Equador. O Brasil é o quinto colocado, com 12. O gol saiu aos 42 minutos. Bem ao seu estilo, Messi recebeu na entrada da área, criou espaço e finalizou. A bola desviou em Giménez e entrou.

Em Assunção, o Paraguai “carimbou” a faixa de campeão do Chile. Jogando em casa, no Defensores Del Chaco, a equipe paraguaia venceu o campeão da Copa América Centenário por 2 a 1. Óscar Romero, irmão de Angel Romero, do Corinthians, e Paulo da Silva fizeram para os paraguaios. Vidal anotou para os chilenos.

Próximo rival da Seleção Brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, a Colômbia fez a lição de casa nesta quinta-feira ao derrotar a lanterna Venezuela por 2 a 0, em Barranquilla, com gols de James Rodríguez e Macnelly Torres. Curiosamente, a Colômbia desperdiçou duas cobranças de pênalti, ambas no segundo tempo. Na primeira, já vencia por 1 a 0. Na segunda, perdeu a chance de anotar o terceiro e ampliar o saldo de gols na classificação. O goleiro Dani Hernández defendeu as duas cobranças. Os venezuelanos tiveram dois jogadores expulsos. O triunfo levou a equipe colombiana aos 13 pontos, no grupo dos quatro primeiros colocados.

Em La Paz, com a ajuda de seus jogadores mais experientes, como Marcelo Moreno, e a estreia do técnico argentino Guilhermo Hoyos, a Bolívia derrotou o Peru por 2 a 0, nesta quinta-feira, e segue viva nas Eliminatórias. Pablo Escobar, de falta, aos 38 minutos do primeiro tempo, e Raldés, de cabeça, fizeram os gols.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso