X
X

Diário da Região

29/03/2015 - 09h05min

São Paulo

'Foi uma grande emoção voltar a vestir a camisa do Palmeiras', diz Alex

São Paulo

O novo estádio do Palmeiras garantiu na noite deste sábado um resgate a um dos momentos mais marcantes da história do clube. Na despedida do craque Alex, a torcida alviverde também viu quase toda a equipe campeã da Libertadores de 1999, além de outros ídolos que marcaram história com a camisa verde e branca. Na disputa entre os amigos de Alex contra o time campeão continental, a equipe vitoriosa foi o menos importante em uma noite de comemoração do torcedor palmeirense. Após mais de 13 anos, Alex voltou a vestir a camisa palmeirense, com a qual conquistou os títulos da Copa do Brasil, Mercosul, Libertadores e também do torneio Rio-São Paulo. Ao lado do atleta estiveram craques como Marcos, Velloso, Júnior Baiano, Roque Júnior, Júnior, Edmundo, Paulo Nunes, Oséas, Ademir da Guia, Zinho, Evair, Euller, Galeano e outras estrelas que passaram pelo Palmeiras. Do outro lado, amigos e ex-companheiros de equipes do homenageado da noite formaram o adversário do Palmeiras. Maurinho, Rustu, Gilberto Silva, Sorín, Aristizábal, Denílson, Athirson, Amoroso, Djalminha, entre outros jogadores estiveram na equipe responsável por enfrentar os campeões da Libertadores. Após a partida, Alex foi direto nas respostas e não teve dúvidas em falar sobre os companheiros de despedida. Um em especial, foi lembrado pelo ex-jogador do Palmeiras e Fenerbahçe: Ademir da Guia. "Quando falamos de Palmeiras e do Ademir da Guia estamos falando da mesma coisa", afirmou Alex. Protagonista da festa que levou 12 mil torcedores ao Allianz Parque, Alex marcou dois gols e ajudou os companheiros do Palmeiras de 1999 a vencer a equipe formada por seus amigos. O jogador teve a oportunidade de rever os palmeirenses e acredita que deixou uma boa impressão. "Foi uma grande emoção voltar a vestir a camisa do Palmeiras e acho que desfrutei bem." Ao fim da última entrevista como jogador da carreira, Alex reafirmou que pretende seguir a carreira como dirigente ou treinador. "Os estudos para trabalhar nesta área se iniciaram. Parei quando recebi o convite do Palmeiras, mas pretendo retomar", afirmou o meia, pela última vez com a camisa do Palmeiras. O craque, que em setembro completará 38 anos, decidiu se aposentar ao final do ano passado, quando defendeu o Coritiba, clube em que foi revelado e que já revelou ser torcedor, no Campeonato Brasileiro.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso