X
X

Diário da Região

30/08/2016 - 00h00min

ELIMINATÓRIAS

Em apenas 3 treinos, Seleção de Tite busca adaptação

ELIMINATÓRIAS

Pedro Martins/MoWA Press 29/8/2016 Tite conversa com os jogadores
Tite conversa com os jogadores

Na primeira convocação da Seleção Brasileira feita pelo técnico Tite, chamou a atenção a presença de sete jogadores campeões olímpicos - quantidade reduzida com o corte do zagueiro Rodrigo Caio, do São Paulo. Há, no entanto, outro aspecto revelado pela lista: a manutenção da base de seu antecessor Dunga.

Do elenco da fracassada participação na Copa América Centenário, que resultou na demissão de Dunga, Tite chamou 13 jogadores para a partida desta quinta-feira, às 18 horas (de Brasília) contra o Equador, em Quito, e na terça-feira da semana que vem contra a Colômbia, em Manaus, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Sem contar Neymar, que só não fez parte daquele elenco em razão de um acordo com o Barcelona que permitiu que jogasse a Olimpíada do Rio.

O fato de ter mantido a base de Dunga, porém, não significa que a seleção de Tite será igual. A começar pelo esquema tático. O comandante atual é adepto do 4-1-4-1 e é assim que a equipe deverá jogar. O antigo treinador preferia o 4-4-2.

Tite gosta de treinos intensos, em que trabalha variações de jogadas. Já Dunga optava por treinos de dois toques, em campo reduzido, visando ter um time mais compacto.

Nesta segunda-feira, no primeiro dos três treinos que Tite tem para montar a equipe para o jogo de quinta-feira contra o Equador, ele conversou rapidamente com os jogadores. Depois, já com Miranda, Alisson e Marquinhos - que chegaram ao Equador um pouco mais tarde -, fez um trabalho em campo reduzido para aprimorar toques rápidos.

O treinamento teve o objetivo de adaptar os jogadores à velocidade da bola, maior em Quito por causa da altitude (2.850 metros acima do nível do mar) e também aclimatar os atletas para reduzir sintomas como falta de ar, dor de cabeça e enjoo.

Com pouco tempo para treinar, Tite vai levar em conta o que ouviu dos jogadores sobre as suas preferências de posicionamento e movimentação. “Vou buscar o maior número de informações possível e usar de feeling para deixar os atletas confortáveis”, disse.

Para os jogadores, a adaptação aos conceitos de Tite precisa ser rápida. “Ele tem de encher nossas ideias com a filosofia dele porque não temos tempo suficiente para trabalhar. Assim assimilamos o que preciso”, disse o lateral-direito Daniel Alves.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso