Diário da Região

12/03/2003 - 02h47min

Libertadores

Corinthians goleia The Strongest: 4 a 1

Libertadores

Futura Press Jorge Wágner é abraçado por Gil e Leandro na comemoração do gol
Jorge Wágner é abraçado por Gil e Leandro na comemoração do gol
Foi um passeio! Com a goleada por 4 a 1, ontem, no Pacaembu, diante do The Strongest, da Bolívia, o Corinthians juntou o útil ao agradável. Ao mesmo tempo que se manteve na liderança do grupo 8 da Copa Libertadores da América, agora com nove pontos (100% de aproveitamento), fez um treino de luxo para a primeira partida da final do Campeonato Paulista, domingo, contra o São Paulo. Na competição continental, o próximo adversário é o Cruz Azul, dia 26, no México. O resultado deixou os corintianos perto da segunda fase. Os brasileiros precisam de somente mais um ponto, nos três jogos que restam, para garantir matematicamente a classificação. Isso porque Fênix, Cruz Azul e The Strongest estão empatados com três pontos. Dessa forma, apenas um deles pode vencer as três partidas de volta e chegar a 12. Outro alcançaria, no máximo, duas vitórias. Ou seja, nove pontos no total. Assim, com 10, o Corinthians seria, na pior das hipóteses, o segundo colocado do grupo.

Contas à parte, no campo o técnico Geninho, aos poucos, se rende às idéias de Carlos Alberto Parreira, seu antecessor no cargo. Depois de chegar ao Parque São Jorge dizendo que daria ao time “sua cara”, a cada partida o Corinthians fica mais parecido com a equipe que venceu o Torneio Rio-São Paulo e a Copa do Brasil no primeiro semestre de 2002. Desde o primeiro encontro contra o Palmeiras, pelas semifinais do Campeonato Paulista (2 a 2), até o jogo desta quarta-feira, duas das características mais marcantes da equipe do atual treinador da seleção brasileira voltaram a ficar evidentes: o domínio da posse e o bom toque de bola.

Paysandu
Com uma boa atuação no segundo tempo, o Paysandu ganhou de virada do Universidad Católica por 3 a 1, ontem, no estádio Mangueirão, em Belém. A vitória sobre os chilenos deixou o time paraense na liderança isolada do grupo 2 da Copa Libertadores, com sete pontos ganhos. Assim, aos 13 minutos, após uma boa triangulação pela direita, Cristian Alvarez chutou na saída do goleiro Ronaldo, fazendo 1 a 0 para o time chileno. O Paysandu ensaiou uma reação, mas abusou dos passes errados e nas conclusões. O empate saiu aos 43 minutos, com Robson cobrando pênalti. Logo aos 4 minutos do segundo tempo, Welber escapou pela direita em velocidade, driblou dois chilenos e fez 2 a 1. E, aos 38, Robson fez o 3o.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso