Diário da Região

15/12/2002 - 03h35min

Brasileirão II

Corinthians e Santos reacendem rivalidade

Brasileirão II

Gazeta Press O meia Diego, do Santos, deve receber marcação especial
O meia Diego, do Santos, deve receber marcação especial
Dois clubes que redescobriram a rivalidade decidirão o Campeonato Brasileiro, hoje às 17 horas, no Morumbi. Santos e Corinthians já protagonizaram duelos inesquecíveis. O time da Vila Belmiro, com Pelé no auge, ficou 11 anos (1957-68) sem perder para o Corinthians. A equipe do Parque São Jorge deu o troco e passou oito anos (1975-83) sem derrotas para o então grande rival. Só que esses confrontos que paravam São Paulo ficaram no passado distante. A fase áurea santista no duelo foi nas décadas de 50 e 60. Já a corintiana envolveu os anos 70 e 80. A partir daí, os santistas, que hoje têm a vantagem de perder por até um gol de diferença para serem campeões, caíram em decadência. Sem dinheiro ou jogadores marcantes, os títulos desapareceram. Do outro lado, o Corinthians acumulou prestígio, títulos e até dólares da ex-parceira Hicks Muse. O confronto de hoje, mediado pelo gaúcho Carlos Eugênio Simon, reacende raiva, euforia e medo esquecidos.

A principal esperança do Santos é a dupla Diego e Robinho, que tem encantado a todos e já começa a ser comparada com a inesquecível Pelé-Coutinho. “Eles ganharam muitos títulos juntos e nós estamos apenas começando a carreira”, rebate Diego. O técnico Emerson Leão não quis confirmar se Maurinho e André Luís, que cumpriram suspensão automática no primeiro jogo, voltam ao time. Existe a possibilidade de Michel e Preto serem mantidos. “Só vou divulgar meia hora antes do jogo”, esquiva-se o treinador, que não definiu também quem substituirá Alberto, suspenso. A primeira opção é William.

Já no Corinthians, o atacante Guilherme, que pretende renovar o contrato por mais um ano, sabe que está em dívida com a torcida. O jogador, que ficou um mês parado por contusão e sofreu um acidente de carro onde uma pessoa morreu, marcou 13 gols no Brasileirão. “Minha passagem aqui foi boa, pelos gols que marquei, mas poderia ter sido muito melhor”, completou. Sem segredo, o técnico Carlos Alberto Parreira confirmou a volta do zagueiro Anderson no lugar de Scheidt. O volante Fabinho, livre de suspensão, também está confirmado.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso