X

Diário da Região

14/05/2015 - 15h58min

Lucerna

Brasileiros perdem todos os jogos em etapa suíça do vôlei de praia

Lucerna

As duplas masculinas do Brasil fracassaram no primeiro dia da chave principal do Open de Lucerna, na Suíça, a segunda etapa da temporada 2015 do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Nesta quinta-feira, André Stein/ Vinícius Freitas e Álvaro Filho/Vitor Felipe perderam os dois jogos que disputaram e se complicaram na luta por uma vaga na próxima fase. Pelo Grupo A, André e Vinicius foram superados pelos suíços Gabathuler e Gerson por 2 sets a 1, com parciais de 21/19, 16/21 e 15/7. Depois, a derrota foi para os mexicanos Virgen e Ontiveros por 2 a 0, com parciais de 21/17 e 21/16. Nesta sexta, eles vão disputar o terceiro lugar da chave e uma vaga na repescagem com os porto-riquenhos Rodríguez-Bertrán e Haddock. Por sua vez, Álvaro Filho e Vitor Felipe perderam para os russos Koshkarev e Barsouk por 2 sets a 1, com parciais de 24/22, 15/21 e 15/7, pelo Grupo D. O segundo revés do dia também foi em três sets, dessa vez para os bielo-russos Dziadkou e Kavalenka, com parciais de 21/15, 16/21 e 15/12. Nesta sexta, na rodada final do Grupo D, os brasileiros vão encarar os norte-americanos Doherty e Mayer. As duplas femininas do Brasil em Lucena - Duda/Elize Maia e Lili/Carolina Horta -, por sua vez, tiveram desempenho oposto com duas vitórias em dois jogos realizados, o que as levou a assegurar passagem para a repescagem. Em seu primeiro torneio juntas, Duda e Elize Maia bateram as austríacas Katharina Schützenhöfer e Lena Plesiutschnig por 2 sets a 0 (21/12, 21/11) e garantiram o segundo lugar do Grupo D. Agora elas vão ter pela frente as norte-americanas Summer Ross e Jennifer Fopma. Lili e Carolina Horta derrotaram as italianas Giulia Momoli e Laura Giombini por 2 sets a 0 (21/18, 21/19) e asseguraram a segunda posição do Grupo E. Na repescagem, elas vão encarar as finlandesas Riikka Lehtonen e Taru Lahti. "Fizemos um jogo bom contra a Itália, sabemos que aqui no Circuito Mundial não tem time fácil, então todas as partidas exigem concentração máxima e cada bola é decisiva. A Lili já conhecia bem esse time, pois treinou junto delas na Itália durante um período. Isso ajudou. Estamos felizes com a classificação, está sendo incrível poder disputar o tour e jogar ao lado da Lili, que é uma ótima parceira. O entrosamento vai melhorando a cada jogo, estamos nos conhecendo e entendendo como a outra joga. Esperamos crescer cada vez mais", disse Carol Horta. Por ser uma etapa Open, o torneio em Lucerna não conta pontos para o ranking que vai definir os representantes do Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, e por isso não conta com as principais parcerias do País. Estas deverão priorizar as etapas de Grand Slam e Majors. Mas os pontos nos Open podem ajudar as duplas que correm por fora pela vaga olímpica a conseguir classificação para os eventos maiores.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso