Diário da Região

28/06/2016 - 00h00min

COPA AMÉRICA CENTENÁRIO

Após fiasco, Argentina pede para Messi não deixar a seleção

COPA AMÉRICA CENTENÁRIO

Gettyimages Jogador da Argentina Messi
Jogador da Argentina Messi

Ao aterrissar na noite desta segunda-feira sob chuva forte em Buenos Aires, Lionel Messi encontrou o apoio de 30 torcedores com cartazes e milhões de mensagens em redes sociais pedindo para que não abandone a seleção. O anúncio de que não jogará mais pela Argentina tirou das manchetes a derrota para o Chile, o terceiro vice-campeonato seguido da seleção e os 23 anos sem título. Os argentinos se perguntavam apenas se a decisão - reiterada por Messi ainda nos Estados Unidos - é reversível ou pelo menos temporária.

Um sinal de que as palavras do jogador do Barcelona foram levadas a sério foi a reação a elas na internet. No Twitter, a hashtag #NoTeVayasLio (Não vá Lio) foi a mais usada no mundo até a metade do dia, com mais de 100 mil tuítes - um deles do presidente Mauricio Macri. Vídeos de crianças consolando a TV ao vê-lo chorar tornaram-se “virais”. Os canais e sites argentinos mantiveram enquetes durante todo o dia, com números superiores a 80% contra a aposentadoria precoce.

A primeira declaração de Messi de que o faria foi dada ao canal TyC, na saída do estádio MetLife, menos de uma hora após ver os chilenos levarem a Copa América por 4 a 2 nos pênaltis, após empate sem gols. “No vestiário pensei ‘era isso, acabou para mim a seleção’. São quatro finais, não é para mim”, disse.

O melhor do mundo foi questionado se era uma decisão definitiva. “É para o bem de todos. Por mim e por todos. É uma decisão tomada.” No final, foi taxativo. “Já tentei muito. Dói a mim mais que a ninguém não poder ser campeão com a Argentina, mas é assim, não aconteceu. Vou embora sem poder conseguir.” Agüero, companheiro de quarto de Messi, indicou que a saída dele deve ser acompanhada por Mascherano e Higuaín.

Argentina 0 X 0 Chile

Ficha técnica:

Argentina

Romero; Mercado, Otamendi, Funes Mori e Rojo; Mascherano, Banega (Lamela), Biglia e Di María (Kranevitter); Higuaín (Agüero) e Messi. Técnico: Gerardo Martino.

Chile

Claudio Bravo; Isla, Medel, Jara e Beausejour; Marcelo Díaz, Aránguiz e Vidal; Fuenzalida (Edson Puch), Vargas (Nicolás Castillo) e Alexis Sánchez (Francisco Silva). Técnico: Juan Antonio Pizzi.

Árbitro: Heber Roberto Lopes (Brasil). Expulsões: Rojo e Marcelo Díaz (Chile). Renda: Não disponível. Público: 82.026 espectadores. Local: MetLife Stadium, em East Rutherford (Estados Unidos), no domingo à noite.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso