Diário da Região

24/08/2011 - 11h05min

São Paulo

Adriano diz que não irá forçar estreia no Corinthians

São Paulo

Em fase final de recuperação da lesão no tendão de Aquiles do pé esquerdo, sofrida em abril, o atacante Adriano não esconde a ansiedade para fazer sua estreia no Corinthians. Mas ele admitiu nesta quarta-feira que ainda não está no melhor de sua forma e avisou que só voltará aos gramados quando estiver 100% fisicamente.

"Estou tentando voltar, todos falam uma data, mas, na verdade, ninguém sabe. Eu só vou voltar a jogar quando estiver bem. Não adianta voltar a jogar estando 50% e não render tudo o que eu sei, porque aí a pressão em cima de mim e do Corinthians será muito grande. Agora precisamos ter um pouco de cuidado para dizer o dia que vou sair jogando", declarou Adriano, em entrevista à TV Corinthians.

Nas últimas semanas, falou-se sobre a possibilidade de o jogador estrear no próximo dia 7 de setembro, diante do Flamengo, pelo Brasileirão. A comissão técnica, no entanto, não quis confirmar essa previsão, lembrando que ele ainda precisa perder de três a quatro quilos e retornar aos treinos com bola. O próprio Adriano preferiu não estipular um prazo.

"Estou mais ou menos com 70% da minha condição física. Não posso ultrapassar o limite. Não adianta falar que vou jogar dia 7, contra o Flamengo, como estão falando, e chegar lá e eu não ter condições de atuar. Porque aí vão me criticar, vão falar que o Corinthians é incompetente. Então acaba gerando uma polêmica onde não existe. Por isso não vou marcar um tempo certo para voltar", afirmou o jogador.

Na reta final de sua recuperação, o atacante tenta agora conter a ansiedade pela estreia com a camisa do Corinthians. "Estou me recuperando muito bem. Esta reta final está sendo a parte mais difícil, porque quero voltar logo, tem a ansiedade que acaba atrapalhando um pouco agora. Mas estou muito bem e quero voltar logo a jogar", disse Adriano, que sofreu a grave lesão antes de fazer o primeiro jogo pelo clube.

Mesmo sem poder estar em campo, Adriano dá mostras de que tem acompanhado o desempenho da equipe no Campeonato Brasileiro. Para ele, uma vitória diante do Palmeiras, no domingo, e a consequente conquista do título simbólico do primeiro turno podem fazer a diferença no futuro da competição. "Temos que fechar o primeiro turno com o maior índice de vitórias, porque o segundo turno será mais difícil. Todos os grupos de todos os times se conhecerão melhor, estarão mais entrosados, então é importante terminar bem o primeiro turno", avaliou o atacante.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso