X
X

Diário da Região

25/01/2016 - 00h00min

Eu chego lá

Sites podem ajudar a criar uma rede de contatos profissionais

Eu chego lá

Johnny Torres Pâmela Silva, recém-formada em direito, ficou sabendo do LinkedIn nesta semana e está pensando em criar um perfil
Pâmela Silva, recém-formada em direito, ficou sabendo do LinkedIn nesta semana e está pensando em criar um perfil

A recém-formada em medicina veterinária Gracila Heitor de Oliveira, 27 anos, foi aprovada no processo seletivo para o programa de residência no hospital veterinário do Centro Universitário de Rio Preto (Unirp). Ela prestou a prova na última semana, para a atuar na área de animais silvestres, que tinha apenas uma vaga. A boa notícia veio dias depois, em uma ligação. "Me ligaram da faculdade dizendo que eu havia passado. Fiquei muito feliz por ser aprovada no hospital que eu mais queria e também na área que eu queria", afirmou.

O Diário continua acompanhando, dentro da série 'Eu chego lá', a saga da recém-formada em direito Pâmela Gonçalves Menezes Silva, 22 anos, que, até agora, não foi chamada nem para uma entrevista de emprego. Uma das formas de conseguir um emprego é tendo uma rede de contatos (ou networking) dentro da área onde se está buscando trabalho. O problema é que muitos recém-formados saem da faculdade sem essa rede formada.

O que pode ajudar a superar essa dificuldade são os sites especializados em aproximar profissionais da mesma área. Um dos principais é o LinkedIn, uma espécie de rede social que conecta profissionais e disponibiliza vagas de trabalho. Atualmente, o site possui 400 milhões de usuários em todo o mundo. Pâmela ouviu falar do LinkedIn nesta semana, por meio de amigos, e já pensa em criar um perfil em sites como este para estreitar o contato com pessoas na área que pretende trabalhar.

Atualmente, a diplomada em direito não tem nem Facebook, mas pretende retornar à rede social e usá-la, também, como forma de estreitar relações com profissionais de sua área. "Excluí o meu Facebook para estudar para a prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e não criei uma conta nova porque agora estou estudando para concursos públicos. Querendo ou não as redes sociais tiram um pouco o foco", afirmou. Para a psicóloga especialista em recursos humanos Elizandra Lopes, da MetaVita RH, o uso das redes sociais pode ajudar a criar uma rede de contatos profissionais. 

"O Facebook é uma ferramenta muito bacana para criar laços profissionais, mas é preciso ter cuidado. Todas as empresas hoje veem o Facebook do candidato porque é uma forma de conhecer quem ele realmente é", afirma. A gestora de pessoal Ellen Leandra, da Action RH ressalta que até mesmo o WhatsApp pode ajudar na hora de encontrar um emprego. "O WhatsApp é bastante utilizado pelas empresas porque facilita o contato com os profissionais. Isso garante a agilidade nos processos seletivos, mas por parte dos profissionais é mais difícil ter acesso aos números da empresa, somente quando eles são divulgados".

Elizandra, por sua vez, cita o LinkedIn como outra ferramenta útil para criar um networking. "Eu mesma faço muitas contratações pelo LinkedIn. No entanto, o que acontece muitas vezes, é que o jovem cria um perfil no LinkedIn e depois esquece de atualizar. Quando surge alguma vaga de trabalho, ou alguma empresa envia um e-mail, a pessoa não vê, porque o perfil dela está esquecido", explicou.

 

Arte - Emprego na Web - 24012016 Clique na imagem para ampliar

Cursos e eventos

Mas não é somente pela internet que se cria uma rede de contatos profissionais. Para a psicóloga, participar de cursos e eventos é uma forma de conhecer outras pessoas relacionadas àquele mercado de trabalho. "Mesmo que o jovem não tenha dinheiro, há muitos eventos que são gratuitos, em shoppings, livrarias, faculdades".

Outra recomendação é criar um cartão de visitas. "Quando você vai em um lugar, é chato pedir para a pessoa anotar seu telefone, mas entregar um cartãozinho é bacana, porque certamente a pessoa que receber vai guardá-lo. Há gráficas em Rio Preto que fazem centenas de cartões até por R$ 30", diz Elizandra.

Cuidados

Segundo Ellen, o candidato pode editar alguns temas para que o seu perfil na rede social não o prejudique. "Deve-se ter cuidado com a escrita e não se envolver em comentários polêmicos, é importante se preservar e comentar informações que possam agregar a você e ao grupo pertencente", explica.

 

 

 

Gracila Heitor de Oliveira - 24012016

‘Entrei na área que eu queria’

“Fiz a prova para ingressar no programa de residência da Unirp (Centro Universitário de Rio Preto) na semana passada. Depois me ligaram para dar a resposta, dizendo que eu havia passado. Fiquei muito feliz e grata a Deus. Começo na semana que vem, no dia 29, então aproveitei para viajar. Assim que começar, já vou para o atendimento, ministrar medicação, fazer cirurgias, tudo, é claro, com uma professora acompanhando. Estou muito feliz por ter conseguido a área que eu queria.”

 

 

 

 

 

Pâmela Gonçalves Menezes Silva - 17012016

‘Estou vendo um emprego temporário’

“Continuei enviando currículos nesta semana, mas nada de ser chamada para entrevista até agora. Mas essa semana foi mais tranquila do que a passada, porque eu fiquei mais focada na organização da colação de grau da minha turma. Ainda assim, enviei alguns currículos. Enviei três por e-mail e estou aguardando uma resposta. Enquanto não consigo nada, estou vendo um emprego temporário, pelo menos assim não fico parada.”

 

 

 

 

 

 

>> Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso