Diário da Região

25/10/2011 - 01h47min

Mídias sociais

Rede social para pescar cliente

Mídias sociais

Sergio Isso Simone Hernandes utiliza o Facebook para divulgar os cursos que oferece aos interessados
Simone Hernandes utiliza o Facebook para divulgar os cursos que oferece aos interessados

Pesquisa realizada pelo Ibope revelou que o consumidor brasileiro é influenciado pela internet, sendo que 25% dos internautas tomam uma decisão de compra baseados em informações de redes sociais, como Twitter e Facebook. O instituto chegou a esta conclusão depois de ouvir 8.561 internautas de 11 regiões metropolitanas do País. Destes, 83% ainda compartilham o conteúdo nas redes e 44% avaliam e comentam.


De olho neste mercado alguns rio-pretenses decidiram investir nas ferramentas virtuais. O casal Salvador e Simone Hernandes encontrou no Facebook o melhor caminho para divulgar seus cursos. Ela dá cursos de scrapbook, ministrados em casa, para no máximo 10 pessoas. Sem dinheiro disponível para investir em publicidade, Simone descobriu que a internet também pode dar um bom resultado.


“Criamos os nossos perfis com o objetivo de manter contato com amigos. Ao longo do tempo, encontrei vários alunos e ex-alunos e comecei a falar dos meus cursos. Coloco data, horário, investimento e meu telefone de contato. O resultado é sempre surpreendente”, diz Simone. Ela disse que já fechou várias turmas apenas pelo intermédio das postagens no Facebook. Da mesma forma, Salvador também divulga seus cursos de meditação. Ele aproveita o espaço do perfil para dicas de meditação e relaxamento. E entre uma postagem e outra divulga seu trabalho.


“Vi o resultado dos cursos de scrapbook e achei que poderia utilizar da mesma ferramenta para espalhar por aí os meus cursos de meditação. Agora é comum que em todos os cursos apareçam pessoas que fisgadas pelas mídias sociais”, diz Salvador. A empresária Cláudia Bassitt, de Rio Preto, foi além e fez uma pesquisa para descobrir qual veículo dava mais retorno para a divulgação da boutique biocosmética, aberta há um ano, que oferece produtos como perfume, água de colônia, aromatizadores, difusores, espumas de banho, entre outros.


Colocou na ponta do lápis tudo o que investiu na divulgação da loja ao longo de um ano e concluiu que as mídias sociais foram os veículos que ofereceram resultado imediato. Por meio do Facebook, diz, muitos clientes e amigos ficam por dentro das promoções e outras informações da loja e até pedem orientações sobre o que comprar. “Tiro foto do produto pelo celular e posto na hora no Facebook. É um contato imediato.”


Por isso, Cláudia faz questão de ela mesmo atualizar o perfil da loja, apesar de ter contrato com uma agência de publicidade que oferece o serviço. As atualizações e respostas aos comentários dos clientes acabam se transformando em consultoria. “Meus clientes querem falar comigo. Por isso, não adianta outra pessoa atualizar. Eles esperam a minha opinião sobre aquilo que é indicado no perfil. Por isso, estou sempre on-line, seja onde for”, diz.


Outras mídias


Existem também os blogs. Eles já tiveram maior influência, mas ainda desempenham um papel importante na tomada de decisões de compra e como fonte de informação sobre diversos temas. O Linkedin, que no Brasil vem ganhando muito espaço por se tratar de uma rede social focada em negócios, também é uma ferramenta para quem quer ganhar o mercado. A partir disso, começaram a surgir diversas redes sociais, especializadas, por exemplo, no ramo imobiliário, em planejamento estratégico e muito mais.


“O importante para o anunciante que deseja investir em estratégias digitais é ter cautela ou buscar uma consultoria de uma empresa especializada pois, uma vez que você expõe sua marca, os internautas te analisam, positiva ou negativamente. Por isso, a estratégia precisa estar muito bem definida para que não cause danos na imagem da empresa”, diz Tiago Cunha, especialista em marketing digital.


Regra básica do ‘70 por 30’


O publicitário Tiago Cunha, especialista em marketing digital, explica que existe uma regra básica para quem pretende atrair público e, principalmente, gerar negócios por meio das mídias sociais. Para geração de conteúdo, existe uma regra chamada “70 para 30”, ou seja, 70% de conteúdo e 30% de promoção. “Todos nós que utilizamos redes sociais só voltamos a visitar um perfil corporativo se, ao primeiro contato, nos despertar curiosidade e informação. Por isso, a geração de conteúdo é importante e cumpre um bom papel, desenvolvendo uma imagem de formadora de opinião sobre o tema ou a área em que atua”, diz.


As redes sociais cresceram e continuam crescendo muito no Brasil. Tiago diz que hoje somos o país com mais perfis no Orkut, um dos que mais crescem no Facebook e está presente com muita força também no Twitter. Mas quando se trata de estratégia de marketing digital, é preciso entender muito bem o papel funcional de cada rede social e as características que cada uma carrega.


“Sabemos que o tempo útil de um tweet no Twitter é no máximo de 10 minutos. Afinal, logo outras pessoas postarão novos conteúdos e seu post virou lenda. Já no Facebook essa vida útil é maior e as chances de interatividade também. O importante é saber gerar conteúdo em conjunto, formando um mix com objetivo de despertar, gerar e manter o relacionamento com seu público alvo, entendendo todo processo cultural envolto a cada rede social e fixar a marca na mente do consumidor”, explica.

   

Quer ler o jornal na íntegra? Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso