Diário da Região

15/03/2009 - 03h10min

Mudança

Previdência muda regra para uso do ?crédito consignado?

Mudança

Arquivo Hipólito: ?Não indico o crédito para compra de bem material ou de serviço?
Hipólito: ?Não indico o crédito para compra de bem material ou de serviço?
O Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) alterou as regras para uso do limite de comprometimento do valor do benefício para o aposentado ou pensionista tomar empréstimo consignado (com desconto direto na aposentadoria ou pensão mensais). Até agora, o segurado pode comprometer até de 30% do valor do benefício em operações de crédito consignado, 20% para empréstimo em financeiras e 10% para o cartão de crédito. Com a mudança, ele poderá destinar todos os 30% para empréstimo em financeiras ou manter a proporção 20% para empréstimos e até 10% do valor para a modalidade cartão de crédito. A novidade deve demorar pelo menos 15 dias para entrar em vigor. Isso porque é necessário que o Ministério da Previdência Social publique uma resolução com a decisão do CNPS. Os juros máximos do empréstimo continuam em 2,5% ao mês e para o cartão de crédito, de 3,5%. É importante lembrar que a taxa contempla todos os custos da operação. O número máximo de parcelas é de 60.

Para o advogado da Associação Regional dos Aposentados e Pensionistas de Rio Preto (Arap), Alexandre Valera, a possibilidade de utilizar todos os 30% com o empréstimo é boa para o aposentado, já que os juros são menores que os cobrados no cartão de crédito. Entretanto, ele alerta que quem precisar usar o empréstimo tome cuidado com fraudes e cobranças superiores aos limites estabelecidos. ?Para se proteger, é bom que o aposentado leve alguém instruído, que possa ver a taxa de juros cobrada e assim evite prejuízos?, afirmou. O beneficiário que se sentir prejudicado por operações irregulares ou identificar algum tipo de fraude deve registrar a reclamação no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no site ? www.previdencia.gov.br? ou pela Central telefônica 135.

Dinheiro fácil deve ser usado com critério

Apesar de ser uma facilidade aos aposentados e apresentar juros menores do que outros financiamentos disponíveis no mercado (veja tabela na página 6A), economistas alertam que esse tipo de crédito só deve ser contratado em caso de real necessidade. Para o economista Hipólito Martins Filho, a opção pelo empréstimo consignado só deve ser feita se o dinheiro for para quitar alguma dívida cuja taxa de juros for maior, como é o caso do cartão de crédito e cheque especial. ?Não indico para a compra de algum bem material ou de serviço?, afirma. Ele dá essa orientação porque diz que, embora tenha juros menores do que os do empréstimo pessoal (em média 5,8% e os menores do mercado) ainda assim é possível o endividamento rápido. ?É preciso ainda fazer pesquisa em busca das melhores condições.?

Segundo o economista Alexandre Nunes, os gastos dos aposentados são bastante diferentes em relação ao restante das faixas da sociedade. Por isso, o empréstimo é importante para complementar a renda e tem a vantagem de ser mais barato. Entretanto, é importante utilizá-lo apenas com gastos essenciais. ?Os gastos supérfluos devem ser postergados?, afirmou. Para facilitar, ele orienta que a pesquisa seja feita direto no site da Previdência ( www.previdencia.gov.br). ?Outra vantagem é que o empréstimo pode ser contratado em qualquer agência e não somente na que o aposentado recebe o benefício?, afirmou.

Cuidados

A Previdência Social orienta que o aposentado não empreste o cartão ou informe sua senha a terceiros e somente contrate o empréstimo depois de pesquisar as taxas de juros, consultando as instituições conveniadas ao INSS. O ideal é ir diretamente à instituição de sua preferência. Para garantir a segurança do aposentado, a Previdência editou a Instrução Normativa (IN) 28, que estabelece critérios e procedimentos relativos à consignação de descontos para pagamento de empréstimos e cartão de crédito, contraídos nos benefícios da Previdência. Ela está disponível no site da Previdência.

Entre as normas, a IN 28 prevê a obrigatoriedade

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso