X
X

Diário da Região

12/10/2016 - 00h00min

MELHORA À VISTA

Pesquisa mostra otimismo de empresários da construção

MELHORA À VISTA

Mara Sousa Empresas da construção civil, porém, registraram queda de 2,1%, valor mais baixo da série histórica
Empresas da construção civil, porém, registraram queda de 2,1%, valor mais baixo da série histórica

Empresários da construção civil estão mais otimistas com o setor. Segundo a Sondagem Construção, realizada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP), a expectativa dos empresários aumentou para os próximos meses no último trimestre (agosto, setembro e outubro). Em escala que vai de 0 a 100, o registro foi de 36,87 pontos – crescimento de 10,7% em relação ao período anterior, quando registrou 33,31%.

Os dados são estaduais e vêm em meio a contratações no setor em Rio Preto. Em julho de 2016 foram criados 97 novos postos de trabalho, aumento de 0,77% em relação ao mês anterior. Na região foram 115 novas vagas.

Para Germano Hernandes Filho, presidente regional da SindusCon, a expectativa é que o governo federal consiga tomar medidas como a PEC que limita os gastos públicos do Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público da União e Defensoria Pública da União. Ela já foi aprovada em primeira votação no Congresso. Para Germano, a mudança pode ser positiva. “Fazendo com que a gente tenha sobra para fazer investimentos, por isso a confiança”, afirma.

Desempenho em queda

A Sondagem mostra que o desempenho das empresas caiu 2,1% e chegou a 24,5 pontos – o valor mais baixo da série histórica iniciada em 1999. Desde 2013 o indicador caiu cerca de 50%. “A gente espera que com essas medidas efetivas a economia volte e a funcionar de maneira mais equilibrada”, diz Germano. Para ele, a expectativa é de queda na inflação (o índice de setembro, de 0,08%, é o menor para o mês em 18 anos) e controle fiscal, o que deve ajudar a derrubar os juros.

Jamil Nassif, presidente de uma construtora, acredita que o cenário político refletia na economia – com a mudança dele, o otimismo aumenta. “Voltou o momento de olhar para a necessidade de moradia, construir, comprar lote. A economia volta a se recuperar. Não se recupera com a velocidade que a gente quer nem com a que caiu”, afirma.

Região de Rio Preto

A alta do emprego em Rio Preto e região e a elevação das expectativas acontecem em momento de queda no número de empregados da construção civil no Estado. Em julho foram perdidas 5,21 mil vagas, um recuo de 0,71%. Germano diz que a região e principalmente a cidade têm maturidade e equilíbrio. “Quando o Brasil retomar economicamente e se fortalecer, continuará a contratar de maneira equilibrada”, afirma. O perfil de Rio Preto é variado, com a construção de hotéis, edifícios de escritórios, prédios residenciais e supermercados. “A população agrega raio de ação muito grande”, avalia Germano.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso