Diário da Região

12/12/2011 - 20h09min

Produtos artesanais

Natal e Ano Novo servem para aumentar a renda familiar

Produtos artesanais

Guilherme Baffi Andréia Cristina Figueirinho Gama vende em média 2.500 panetones artesanais
Andréia Cristina Figueirinho Gama vende em média 2.500 panetones artesanais

Chegaram as festas de final de ano e com elas a chance de engordar a renda familiar. É quando cresce a procura por panetones, ceias e doces típicos da época, objetos de decoração natalina, além do aluguel de chácaras para as festas.


E aproveitando o bom momento, algumas pessoas já investem na área. "Faço ceias natalinas há 14 anos e sempre tenho clientes novos", afirma a cozinheira Zuleide Abel de Oliveira. Com uma média de quatro ceias por temporada, a cozinheira fatura em torno de cinco mil reais somente nesse período. E ainda acrescenta ao lucro, a venda de caixas decoradas de panetones, que são vendidas a R$ 60 cada.


Além das ceias, o panetone e suas variedades também enfeitam as mesas e agradam o paladar dos convidados da festa. Andréia Cristina Figueirinho Gama, que faz panetones há nove anos, explica que embora haja a concorrência dos produtos industrializados, os artesanais tem sua clientela fiel. "Comecei fazendo pães doces e logo investi nos panetones. Vendo uma média de 2500 unidades, a R$ 15 cada", afirma a comerciante.


O produto artesanal é muito procurado nessa época do ano justamente por seu diferencial. " O produto industrializado que você compra, nunca é o que está estampado na embalagem, principalmente quanto ao chocolate. No artesanal, o produto é o que promete", conta Gama, que oferece panetones de vários sabores, como nozes, cereja e maracujá.

Guilherme Baffi Há três anos a artesã Marília Fontanelli fabrica bonecos com temas natalinos
E não é só a alimentação que garante um ganho maior no final do ano. O aluguel de chácaras cresce perto de 100% neste período. Sirley Segantini Pereira, que aluga a chácara onde mora, nas proximidades do residencial Dahma, conta que já aluga seu imóvel há dez anos. " Já estou com o mês de dezembro todo locado", conta.O preço do aluguel de chácaras varia conforme o imóvel. Quanto mais opções de lazer, mais elevado é o custo. "O aluguel da minha chácara para o Natal a Ano Novo é de R$ 1500 a diária", afirma Pereira. Mas embora o lucro seja garantido, alguns imprevistos podem acontecer e os custos com funcionários e manutenção podem diminuir o lucro. "Alugo apenas para famílias e igrejas, pois são mais cuidadosos. Já aluguei para pessoas que chegaram a jogar o colchão dentro da piscina", conta Pereira.Outro segmento que aproveita a temporada de festas é o de artesanatos. Velas, caixas em MDF, guirlandas e bonecos natalinos são os mais procurados. "Trabalho com bonecos natalinos há três anos e só no ano passado vendi 30 peças", afirma a artesã Marília Fontanelli. Mas a concorrência dos produtos made in China tem atrapalhado um pouco esse comércio. "Os produtos chineses atrapalham bastante as vendas, mas a qualidade do produto artesanal é imbatível. É tudo feito à mão e com muito capricho e esse é o diferencial", diz Fontanelli. Com o sucesso das vendas, muitos negócios informais tornam-se a principal fonte de renda da família. Esse é o momento de investir financeiramente. A economista da Secretaria de Planejamento da Prefeitura de Rio Preto, Emília de Toledo Leme, informa que os interessados em investir no próprio negócio podem procurar o Banco do Povo, onde o crédito ao microempreendedor, formal ou não, é facilitado e os juros são menores. Serviço:Zuleide Abel de Oliveira - cozinheira - 9134-8976Andréia Cristina Figueirinho Gama - choconotes recheados - 3227-8238 Sirley Segantini – aluguel chácara - 3021-1640Marilia Fontanelli - bonecos natalinos - 8115-0953

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso