X
X

Diário da Região

11/02/2015 - 10h57min

São Paulo

Klabin registra prejuízo de R$ 127 milhões no 4º trimestre

São Paulo


No quarto trimestre de 2014, a Klabin registrou prejuízo de R$ 127 milhões, revertendo o resultado positivo de R$ 22 milhões reportado no quarto trimestre de 2013 e de R$ 7 milhões de julho a setembro do ano passado. No consolidado de 2014, contudo, a empresa totalizou lucro líquido de R$ 730 milhões, o que representou um crescimento de 152% contra 2013.

O Ebitda (Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado somou R$ 508 milhões, o que representou uma alta de 15% ante igual intervalo de 2013 e de 13% contra o terceiro trimestre de 2014. A margem Ebitda ajustada passou de 35% para 40% em um ano. Em 2014, o Ebitda subiu 10%, para R$ 1,718 bilhão, e a margem Ebitda ficou em 35%.

De outubro a dezembro de 2014, a receita líquida foi de R$ 1,257 bilhão, uma alta de 2% sobre o mesmo período de 2013. Na comparação com 2013, a receita subiu 6% em 2014, para R$ 4,894 bilhões.

O resultado financeiro no quarto trimestre de 2014, excluídas as variações cambiais, foi negativo em R$ 93 milhões, comparado ao resultado negativo de R$ 55 milhões no mesmo período de 2013. No ano de 2014, esse resultado foi negativo em R$ 120 milhões contra resultado negativo de R$ 210 milhões no ano anterior.

De outubro a dezembro de 2014, o custo caixa unitário da Klabin foi de R$ 1,717 mil por tonelada, um aumento de 2% ao verificado no quarto trimestre de 2013. Ao excluir os efeitos não recorrentes, o custo caixa unitário foi de R$ 1,778 mil por tonelada, alta de 5%. Os custos no período foram impactados pela variação cambial, aumento da inflação de insumos de produção, em especial químicos, energia e óleo combustível, além de maiores gastos com pessoal.

"Todavia, as menores compras de papel kraft para sacos após a instalação da nova máquina em Correia Pinto (SC) ao final de 2013 e a redução de despesas gerais e administrativas compensaram a pressão nos preços das matérias primas e mantiveram os aumentos de custo abaixo da inflação", pontuou a empresa. Em 2014, o custo caixa unitário ficou em R$ 1,815 por tonelada.

Despesas

As despesas com vendas foram de R$ 96 milhões no quarto trimestre, 1% abaixo em relação ao mesmo período de 2013. Em 2014, as despesas com vendas totalizaram R$ 380 milhões, 5% acima de 2013. Já as despesas administrativas atingiram R$ 83 milhões, 8% acima do mesmo período do ano anterior. No acumulado do ano, as despesas administrativas foram R$ 298 milhões, 6% acima do ano anterior.

Outras receitas/despesas operacionais resultaram em uma receita de R$ 43 milhões no de outubro a dezembro de 2014, sendo R$ 27 milhões não recorrentes, referentes a vendas de ativos florestais. No ano, a companhia acumulou R$ 85 milhões positivos em seu resultado.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso