X

Diário da Região

30/05/2015 - 07h58min

São Paulo

Itaú põe à venda área de seguro de vida em grupo

São Paulo

O Itaú Unibanco deu sequência à reestruturação da sua área de seguros e colocou à venda a operação de vida em grupo de cerca de R$ 600 milhões em prêmios, conforme apurou o 'Broadcast', serviço em tempo real da 'Agência Estado'. Diferentemente de quando se desfez da carteira de grandes riscos, há oito meses, desta vez o grupo de seguradoras é mais seleto e apenas cinco companhias foram convidadas para participar do processo que inclui ainda o restante da operação de garantia estendida, a Garantec. Além das japonesas Yasuda Marítima e Tokio Marine, a francesa Axa, a norte-americana MetLife e a suíça Zurich também teriam sido comunicadas sobre o processo e têm até o fim de junho para enviar suas propostas. Nos lances, deve ser considerado também o restante da carteira de garantia estendida que conta com somente 11 contratos que somam cerca de R$ 30 milhões em prêmios. O grosso dessa operação vinha da Via Varejo, cujo contrato teve rescisão antecipada em outubro último e passou para a Zurich. A expectativa do Itaú, segundo executivos de mercado, é obter duas vezes o valor patrimonial da carteira de vida em grupo, de R$ 180 milhões. Os R$ 360 milhões pretendidos, conforme fonte, que equivalem a metade do faturamento, são, porém, superiores ao valor que alguns agentes poderiam estar dispostos a pagar pelo ativo. A melhor proposta levará uma seguradora a negociar por um período de exclusividade o ativo para o processo de due diligence (investigação e auditoria das informações). Em jogo estão apenas apólices vendidas por corretores. A maior delas é o contrato de seguro de vida da Marinha do Brasil, segundo fonte. A produção das agências, que enche os olhos de qualquer player do mercado, não está na conta uma vez que faz parte da estratégia do Itaú de atuar em seguros somente em bancassurance (canais bancários). E o entendimento de executivos ouvidos pela reportagem é de que os contratos via corretor podem ser mais difíceis de serem renovados quando a carteira mudar de mãos. Procurado, o Itaú Unibanco não comentou. As seguradoras que teriam sido convidadas para participar do processo também não comentaram. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso