X
X

Diário da Região

06/11/2015 - 12h07min

Rio

IPCA em 12 meses já roda acima de 10% em 5 regiões metropolitanas, diz IBGE

Rio

A inflação oficial acumulada em 12 meses já superou os dois dígitos em cinco das 13 regiões que integram o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). "No total do Brasil, o resultado já quase encostou nos dois dígitos. Pelos Estados, cinco já ultrapassaram os 10%. Ou seja, em alguns Estados, a população está sendo mais penalizada pela inflação", declarou Eulina Nunes dos Santos, coordenadora de Índices de Preços do IBGE. No total do Brasil, o IPCA em 12 meses está em 9,93%. Entre as regiões pesquisadas, os maiores resultados foram de Curitiba (11,52%), Goiânia (11,19%), Porto Alegre (10,49%), São Paulo (10,45%) e Fortaleza (10,02%). Os demais resultados foram de 9,90% no Rio de Janeiro; 9,34% em Campo Grande; 9,24% no Recife; 9,21% em Brasília; 8,97% em Belém; 8,73% em Salvador; 8,61% em Belo Horizonte; e 8,44% em Vitória. Serviços A inflação de serviços acumulada em 12 meses alcançou 8,34% em outubro, abaixo da taxa de 9,93% registrada pelo IPCA no período. No entanto, o resultado não significa que os serviços tenham dado trégua. O ritmo de aumento de preços se mantém, afirmou Eulina. "Os serviços não cederam. Na ótica dos 12 meses, (os aumentos de preços) continuaram na casa dos 8%. Não pararam de subir, continuam subindo no mesmo ritmo. Até porque tem uma pressão forte dos custos sobre os serviços", declarou Eulina. Em outubro, a inflação de serviços ficou em 0,62%, enquanto o IPCA fechou em 0,82%. No mês anterior, a alta foi de 0,66%, ante 0,54% do IPCA. "Agora, o IPCA está mais carregado de monitorados. Então foi o IPCA que se deslocou (para cima da inflação de serviços) por conta dos monitorados. Ou seja, os serviços não cederam ainda", explicou Eulina. No acumulado em 12 meses, a inflação de monitorados já está em 17,53%. No mês de outubro, a alta foi de 1,39%. "Os monitorados, na verdade, são itens que você não tem como substituir. O que você pode fazer é economizar", lembrou a coordenadora do IBGE. Alimentos e Bebidas Em outubro, os gastos das famílias com Alimentação e Bebidas aumentaram 0,77%, o segundo maior impacto de grupo sobre a inflação do mês, conforme o IBGE. A contribuição foi de 0,19 ponto porcentual para a taxa de 0,82% do IPCA do mês, atrás apenas do impacto de Transportes (0,31 ponto porcentual). "Se pegar transportes e alimentos juntos, vai dar 0,50 ponto porcentual no IPCA do mês", ressaltou Eulina. No caso de Transportes, o reajuste de combustíveis foi o principal vilão. Já os alimentos estão pressionados pela valorização do dólar, que encarece os fertilizantes, por exemplo, e pelos prejuízos causados pelas chuvas à lavoura, apontou Eulina. "Os produtores têm reclamado bastante dos custos agrícolas, que vêm crescendo. E as chuvas nos principais centros produtores agrícolas vêm prejudicando as lavouras", explicou a coordenadora do IBGE. Alguns produtos que ficaram mais caros em outubro foram frango inteiro, açúcar cristal, alho, cerveja, arroz, refrigerante, tempero misto, farinha de trigo, açúcar refinado e frutas. Na direção oposta, ficaram mais baratas a cebola (-32,64%) e a batata-inglesa (-10,69%).

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso