Diário da Região

29/01/2011 - 03h08min

Votuporanga

Investidores discutem projeto de usina na próxima segunda-feira

Votuporanga

Divulgação Prefeito de Votuporanga Júnior Marão: usina é projeto inovador
Prefeito de Votuporanga Júnior Marão: usina é projeto inovador

Os investidores estrangeiros do grupo chinês Kai Solar estarão em Votuporanga na segunda-feira para uma reunião com o prefeito Júnior Marão. O tema em pauta é o projeto de uma usina de produção de energia fotovoltaica, geradora de energia a partir de painéis solares. Segundo Marão, que enfatizou que o projeto ainda está no campo das negociações, para evitar especulações, as conversações com o grupo começaram há mais de um ano. “Trata-se um projeto inovador porque essa matriz energética não existe no Brasil”, disse.


Embora seja um grupo chinês, as discussões têm sido conduzidas pelo braço europeu da companhia, que tem grandes investimentos na Espanha e na Alemanha. O maior entrave à implantação do projeto é o preço e o custo de produção dessa energia. Enquanto o megawatt/hora da energia gerada por hidrelétricas custa R$ 90 e o de eólicas, R$ 148, segundo Marão, o megawatt/hora na Europa sai entre R$ 900 mil e R$ 1 mil. Entretanto, a proposta do grupo é que o custo do megawatt/hora fique entre R$ 250 e R$ 260.


Para tentar baixar os custos, a reivindicação das lideranças regionais é pela realização de um leilão específico para o projeto de produção de energia fotovoltaica para ter volume e assim, reduzir os custos. O assunto vai ser discutido numa reunião no Ministério das Minas e Energia, na próxima quarta-feira. Outras reuniões com o órgão já foram realizadas, assim como com a Secretaria de Energia do Estado de São Paulo.


Segundo Marão, o trabalho busca sensibilizar o governo da importância de se começar um projeto como esse, já que o Brasil tem sol e áreas abundantes para receber parques de produção de energia fotovoltaica. “É uma fonte de energia interessante, que não causa impactos no meio ambiente, e que tende a baratear quando se tem maior volume”, disse.


Segundo Marão, o Brasil é um dos maiores produtores de silício, matéria-prima utilizada para na fabricação dos painéis. “Os investidores têm intenção de trazer para o Brasil também a tecnologia para a produção dos painéis fotovoltaicos”, disse. Para a implantação de uma usina geradora de 33 megawatts de energia, os investimentos são estimados em R$ 250 milhões.


Quer ler o jornal na íntegra? Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso