X
X

Diário da Região

28/12/2016 - 13h50min

Brasília

Fluxo cambial total em dezembro até dia 23 é positivo em US$ 4,990 bi, aponta BC

Brasília

O fluxo cambial do País está positivo em US$ 4,990 bilhões em dezembro até o dia 23, informou nesta quarta-feira, 28, o Banco Central. O canal financeiro apresentou saídas líquidas de US$ 2,910 bilhões no acumulado do mês até a última sexta-feira. Isso é resultado de entradas no valor de US$ 34,985 bilhões e de retiradas no total de US$ 37,895 bilhões. Este segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações. No comércio exterior, o saldo do mês até o dia 23 é positivo em US$ 7,900 bilhões, com importações de US$ 9,324 bilhões e exportações de US$ 17,224 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 1,870 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 10,106 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 5,248 bilhões em outras entradas. Semana O fluxo acumulado de dólares no ano se inverteu nos últimos dias. Dados divulgados pelo Banco Central mostram que o País teve forte ingresso líquido de US$ 7,030 bilhões na semana que antecedeu o Natal - montante suficiente para anular a saída verificada nos meses anteriores. Agora, o fluxo acumulado em 2016 até o dia 23 de dezembro está positivo em US$ 1,825 bilhão. Até 16 de dezembro, o fluxo era negativo em US$ 5,205 bilhões. Na semana, a entrada de dólares foi liderada pelo comércio exterior que acumulou ingresso líquido de US$ 6,339 bilhões na semana. O valor foi resultado de receitas de exportações de US$ 9,480 bilhões que superaram com folga a saída de US$ 3,141 bilhões para o pagamento de importações. Nas operações financeiras, a semana também teve saldo positivo com US$ 691 milhões, resultado da entrada total de US$ 13,751 bilhões e saída de US$ 13,061 bilhões. O forte resultado da semana passada foi observado especialmente em 22 de dezembro, quando o fluxo total foi positivo em US$ 6,328 bilhões, sendo US$ 6,135 bilhões apenas em pagamentos antecipados (PA) para exportações. Com esse forte resultado semanal, o fluxo cambial do ano voltou ao azul. No ano até 23 de dezembro, o Brasil registrou entrada líquida de US$ 1,825 bilhão. O ingresso foi gerado integralmente pelo comércio exterior, segmento responsável pela entrada líquida de US$ 47,291 bilhões. No segmento financeiro, o resultado do ano continua negativo com saída líquida de US$ 45,467 bilhões. swap Após prejuízo de R$ 3,940 bilhões com sua posição em swap cambial em novembro, o Banco Central acumula resultado positivo de R$ 3,158 bilhões em dezembro até o dia 23 com estes contratos pelo critério caixa. Pelo conceito de competência, houve ganho de R$ 3,907 bilhões. O resultado pelo critério de competência inclui ganhos e perdas ocorridos no mês, independentemente da data de liquidação financeira. A liquidação financeira desse resultado (caixa) ocorre no dia seguinte, em D+1. O estoque de swaps cambiais do BC está na casa de US$ 26 bilhões, mas já superou os US$ 100 bilhões no passado. Apesar dos ganhos com swaps no período, o BC obteve perdas de R$ 52,811 bilhões com a rentabilidade na administração das reservas internacionais. Entram nesse cálculo ganhos e prejuízos com a correção cambial, a marcação a mercado e os juros. O resultado líquido das reservas, que é a rentabilidade menos o custo de captação, ficou negativo em R$ 57,690 bilhões em dezembro até dia 23. O resultado das operações cambiais no período ficou no negativo em R$ 53,784 bilhões. Atualmente, as reservas internacionais somam montante perto de US$ 370 bilhões. Este ano, até 23 de dezembro, o lucro com swap soma R$ 74,862 bilhões pelo resultado caixa e R$ 83,181 bilhões pelo competência. Já a rentabilidade das reservas internacionais no período está negativa em R$ 235,085 bilhões, com resultado líquido no vermelho de R$ 321,772 bilhões e operações cambiais também negativas de R$ 238,591 bilhões. O BC sempre destaca que, tanto em relação às operações de swap cambial quanto à administração das reservas internacionais, a autarquia não visa ao lucro, mas fornecer proteção cambial ao mercado em tempos de volatilidade e manter um colchão de liquidez para momentos de crise.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso