X

Diário da Região

28/05/2015 - 00h00min

Comércio

Faturamento do varejo da região cai 10,1%

Comércio

Rubens Cardia/Arquivo A maior redução ficou com as lojas de eletrodomésticos
A maior redução ficou com as lojas de eletrodomésticos

O comércio varejista da região de Rio Preto segue tendo desempenho negativo. Em fevereiro, mês do último levantamento divulgado, o faturamento da região caiu 10,1% na comparação com janeiro, com um total de R$ 1,287 bilhão. Com relação ao mesmo período de 2014, o faturamento foi 7,4% menor. Os dados são da Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV), realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), segundo informações da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz).

Na comparação com o faturamento de janeiro, as nove atividades analisadas pela pesquisa da Fecomercio tiveram quedas. A maior redução ficou com as lojas de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamento, com variação negativa de 29% e um faturamento de R$ 75,1 milhões no período. A segunda maior queda de faturamento foi nas lojas de móveis e decoração, com faturamento 28,4% menor que o registrado em janeiro. A atividade também teve o pior desempenho quando feita a comparação com o mesmo período de 2014, com queda de 32,9%.

As concessionárias de veículos também continuaram no caminho da retração em fevereiro. Com relação a janeiro deste ano, o faturamento do segmento foi 20,5% menor. Já na comparação com o mesmo período de 2014, a queda foi ainda maior, 25,8%. Segundo Guilherme Dietze, assessor econômico da FecomercioSP, a crise econômica pela qual o País está passando é a razão para as quedas constantes, algo que está afetando todo o Estado de São Paulo. “O consumidor está vendo sua renda diminuir e com isso está mais cauteloso nos seus gastos. Além disso, todos estão receosos com a possibilidade de perderem seus empregos.”

Outro fator que tem pesado na decisão do consumidor é o medo de perder o emprego. “As pessoas estão optando apenas pela compra de produtos básicos, por isso notamos que as maiores quedas estão em segmentos ligados aos bens duráveis, normalmente ligados a financiamentos e disponibilidade de crédito”, afirma Dietze. O resultado de fevereiro só não foi pior, na comparação com o mesmo período de 2014, por causa da alta de 8,1% no faturamento de lojas de vestuário, tecidos e calçados.

“Por causa da crise e das vendas abaixo do esperado no início do ano, muitas lojas do segmento aumentaram suas promoções e estenderam o tempo de duração das liquidações, o que pode ter influenciado no resultado”, diz o assessor econômico. De acordo com Dietze, nota-se que a crise está realmente afetando o orçamento das famílias quando segmentos básicos registram queda no faturamento, como foi o caso dos supermercados e farmácias e perfumarias em fevereiro, com retração de 6,8% e 11,4%, respectivamente, na comparação com janeiro.

“Esses são setores que normalmente seguram o varejo”, diz. No acumulado do ano, o faturamento do comércio da região está negativo em 7,1%, influenciado principalmente pela retração nos segmentos de lojas de vestuário, tecidos e calçados (-29,8%), concessionárias de veículos (-22,6%) e materiais de construção (-19,8%).

Com os desempenhos registrados até o momento, Dietze mudou suas expectativas para 2015. “Quando fazíamos nossas previsões no final de 2014, sabíamos que esse ano seria difícil, mas esperávamos que o segundo semestre fosse de recuperação. Agora, estamos apostando na continuidade dos problemas, com uma possível recuperação apenas em 2016”, avalia.

 

 

 

>> Leia aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso