X
X

Diário da Região

10/07/2016 - 09h57min

São Paulo

Expansão da Eldorado previa nova rodada de financiamento

São Paulo

A Eldorado Celulose tem planos de construir uma fábrica em Mato Grosso do Sul que demandaria R$ 6,5 bilhões em financiamentos ainda neste ano. O projeto, no entanto, pode estar ameaçado em função das recentes implicações da empresa em suposto esquema de pagamento de propinas para liberação de financiamento do FI-FGTS, fundo de investimento administrado pela Caixa. Em entrevista ao 'Estado em maio, o presidente da Eldorado, José Carlos Grubisich, disse que um dos financiadores seria o FI- FGTS, com crédito de R$ 1,2 bilhão a R$ 1,5 bilhão. A empresa tem boa parte de seu financiamento atual proveniente de bancos estatais ou fundos do governo. Entre os principais sócios estão os fundos de pensão da Caixa e da Petrobrás. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso