X
X

Diário da Região

27/11/2015 - 12h00min

Brasília

Estoque de crédito cai 0,1% em outubro ante setembro para R$ 3,157 tri, diz BC

Brasília

O estoque de operações de crédito do sistema financeiro caiu 0,1% em outubro ante setembro e chegou a R$ 3,157 trilhões, informou nesta sexta-feira, 27, o Banco Central. Nos primeiros 10 meses do ano, houve alta de 4,6% e, em 12 meses até setembro, de 8,1%. Houve queda de 0,5% para pessoas jurídicas e alta de 0,4% para o consumidor no mês. De janeiro a outubro, a alta está em 5,6% para as empresas e em 3,8% para a pessoa física. No caso do período de 12 meses encerrados no mês passado, as taxas são de crescimento de, respectivamente, 8,4% e 7,9%. De acordo com a autoridade monetária, o estoque de crédito livre caiu 0,4% no mês, teve alta de 1,6% nos primeiros 10 meses de 2015 e de 4,3% em 12 meses até outubro. Já no caso do direcionado, aumentou 0,2% em outubro ante setembro, 7,9% nos primeiros 10 meses do ano e 12,4% em 12 meses até outubro. No crédito livre, houve crescimento de 0,1% para pessoas físicas no mês, de 1,7% nos primeiros 10 meses do ano e de 3,3% em 12 meses até outubro. Para as empresas, no crédito livre, houve queda de 0,9% em outubro e altas de 1,6% nos primeiros 10 meses do ano e de 5,2% em 12 meses encerrados em outubro. O BC informou ainda que o total de operações de crédito em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) passou de 55,1% em setembro para 54,7% no mês passado. Divisão por setor O estoque de crédito caiu em outubro ante setembro para a indústria e o os serviços e apresentou estabilidade no caso de agricultura. Desde janeiro, o Banco Central passou a divulgar estas informações em sua nota de crédito. O crédito para o setor de serviços ficou em R$ 836,688 bilhões em outubro e teve uma baixa de 0,4% na comparação com setembro. Dentro desse setor, o comércio registrou queda de 0,6% no período e ficou em R$ 298,724 bilhões no mês passado. Em transporte, caiu 1,0%, com R$ 165,303 bilhões. Na administração pública, houve alta de 0,5% para R$ 117,403 bilhões. A categoria "outros" teve queda de 0,1% para R$ 255,258 bilhões. Para a indústria, o crédito recuou 0,6% em outubro, na margem, para R$ 763,142 bilhões. Na construção, houve queda de 0,5%, com um total de R$ 111,797 bilhões. A indústria de transformação registrou baixa de 0,7%, com volume de R$ 459,948 bilhões. Já os serviços industriais de utilidade pública (SIUP) baixaram 0,3% no mês passado, para R$ 150,562 bilhões. No caso da extrativa, houve uma queda de 0,2% em outubro, para R$ 40,835 bilhões. Para o setor agropecuário, o crédito ficou estável em outubro ante setembro, em R$ 24,925 bilhões. Além dos três setores, o Banco Central registrou queda de 3,0% em outubro no estoque de crédito para pessoa jurídica com sede no exterior e créditos não classificados para R$ 41,620 bilhões. Instituições públicas As instituições públicas foram as únicas a apresentarem aumento do estoque de crédito em outubro ante setembro, conforme o Banco Central. Houve avanço de 0,1%, para R$ 1,761 trilhão. No acumulado do ano, a alta está em 8,5% e, em 12 meses, de 12,5%. As instituições financeiras estrangeiras apresentaram queda na margem em outubro, de 0,1%. O estoque desse grupo está em R$ 455,819 bilhões. No ano, a alta ainda é de 3,3% e, em 12 meses, de 6,5%. Já os bancos privados nacionais registraram um recuo de 0,5% do estoque na comparação mensal, para um total de R$ 940,529 bilhões. No ano, há queda de 1,3% e, em 12 meses, alta de 1,5%. A inadimplência ficou estável na margem para as instituições nacionais, públicas ou privadas. Em todos os casos, houve uma leve alta de 0,1%. Já em relação às provisões apenas, houve estabilidade em outubro na margem nas instituições públicas e nas privadas nacionais, enquanto as estrangeiras registraram leve aumento de 0,2% de setembro para outubro. Veículos O estoque de operações de crédito livre para compra de veículos por pessoa física recuou 1,0% de setembro para outubro, segundo o Banco Central. Com isso, o total de recursos para aquisição de automóveis por esse grupo de clientes ficou em R$ 164,995 bilhões no mês passado - em outubro, o volume foi de R$ 166,643 bilhões. No ano até o mês passado, a queda nesse tipo de crédito é de 10,4% e, em 12 meses até outubro, de 10,1%. As concessões acumuladas em outubro para financiamento de veículos para pessoa física somaram R$ 5,943 bilhões, o que representa uma queda de 4,5% em relação ao mês anterior (R$ 6,226 bilhões). Em 2015 até outubro há queda nesse segmento de 14,1% e, em 12 meses, de 10,8%.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso