X
X

Diário da Região

11/02/2015 - 12h16min

Brasília

Entidades do agronegócio pedem ao Cade 'desinvestimento' na fusão ALL-Rumo

Brasília


A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), a operadora logística especializada no transporte de açúcar Agrovia e a Federação da Agricultura do Paraná (Faep) fizeram sustentação no plenário do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) contra a fusão da América Latina Logística (ALL) com a Rumo, do grupo Cosan.

As entidades e a Agrovia pediram ao tribunal que as empresas sejam obrigadas a fazer "desinvestimento" na sua operação ferroviária para que a fusão seja aprovada. Na linguagem jurídica do órgão antitruste, isso significa alienação de ativos.

A defesa foi feita pelos advogados da Abiove, Agrovia e da Faep, que sugeriu também a obrigatoriedade de metas de transporte de carga de terceiros pela empresa que poderá surgir da fusão.

A corte administrativa julga nesta quarta-feira, 11, a fusão das operadoras ferroviárias. O defensor da ALL afirmou na tribuna que a empresa tem "uma postura de falta de capacidade" e não "atende bem seus clientes". A defesa da ALL-Rumo, contudo, afirmou que existem "elevados custos" para manter uma estrutura logística ferroviária com frete que concorra com caminhões, o que justificaria a união entre as duas principais concessionárias do Sudeste.

O argumento da empresa é de que ALL e Rumo unidas fariam novos investimentos para ampliar a capacidade de transporte e, assim, atender melhor a carga de terceiros.

O conselheiro Gilvandro Araújo iniciou a leitura de seu voto sobre a fusão. A expectativa é de que ele oriente os demais membros do Cade pela aprovação da fusão, aplicando os chamados "remédios" para corrigir distorções à livre competição de mercado que a fusão possa implicar.

Acordo

O acordo em costura pela ALL e a Rumo no Cade prevê que as empresas deverão comunicar a capacidade ociosa para que concorrentes possam ocupar esse espaço. O acordo também sugere que 40% da capacidade de dois terminais de armazenamento de açúcar no Porto de Santos (T16 e T19) sejam colocados a disposição de concorrentes.

O tribunal antitruste deve decidir ainda hoje sobre a fusão, aprovando a união ALL-Rumo com restrições. Contudo, as sugestões apontada pelo relator, como a comunicação de ociosidade dos terminais em Santos, podem ser alteradas até o final da sessão por outros conselheiros do Cade.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso