Diário da Região

02/11/2011 - 06h13min

Mercado financeiro

Crise grega derruba a bolsa e eleva o dólar

Mercado financeiro

Antonio Calanni/AP O mercado italiano esteve entre as piores baixas de ontem, encerrando em 6,8% negativos
O mercado italiano esteve entre as piores baixas de ontem, encerrando em 6,8% negativos

Os mercados tiveram um dia de perdas, puxadas pela notícia de que a Grécia vai fazer um referendo para decidir se o país deve ou não continuar com as medidas de austeridade em troca de empréstimos europeus. Essas quedas, no entanto, foram reduzidas no meio da tarde com a informação, de fonte, de que o referendo não deve acontecer. As bolsas europeias, no entanto, já tinham encerrado os trabalhos e registrado perdas fortes. Brasil e EUA exibiram alguma melhora.


O Ibovespa iniciou novembro com desvalorização de 1,74%, aos 57.322,75 pontos. Na máxima, registrou 58.300 pontos (-0,07%) e, na mínima, 56.099 pontos (-3,84%). No ano até ontem, acumula queda de 17,29%. O giro financeiro totalizou R$ 6,829 bilhões. Ontem à tarde, o primeiro-ministro grego, George Papandreou, anunciou que faria a consulta popular e angariou críticas até mesmo dentro do seu partido socialista. Os líderes europeus, principalmente Angela Merkel (Alemanha) e Nicolas Sarkozy (França) também não gostaram de saber que as últimas horas de discussões para encontrar uma solução para ajudar o país teriam sido praticamente em vão.


Não restou a Papandreou outra opção que não a de convocar uma reunião ministerial. No meio da tarde, uma fonte ouvida pela Dow Jones disse que o referendo estava praticamente enterrado. Mas nada oficial ainda. As perdas na Europa foram fortes, com a Itália entre as piores baixas (-6,8%), diante das preocupações que rondam a situação do país após ter pago yield mais caro na venda de bônus na última sexta-feira.


Nos EUA, o Dow Jones fechou em baixa de 2,48%, aos 11.657,96 pontos, o S&P recuou 2,79%, aos 1.218,28 pontos, e o Nasdaq perdeu 2,89%, aos 2.606,96 pontos. A aversão a risco puxou as commodities para baixo e a bolsa brasileira sofreu. Vale ON perdeu 0,94% e Vale PNA recuou 0,98%. Petrobras ON caiu 1,43% e a PN, 0,89%. Na Nymex, o contrato do petróleo para novembro recuou 1,07%, a US$ 92,19 o barril.


Câmbio


O dólar à vista fechou na mínima do dia, de R$ 1,730, com alta de 2,13%, após subir quase 4% e cravar R$ 1,760 no início da sessão. Na BM&F, o dólar pronto encerrou com alta de 2,53%, a R$ 1,7355. No mercado futuro, o dólar dezembro de 2011 também reduziu o ganho para 0,61%, a R$ 1,7415 às 16h35, enquanto a máxima no começo do dia foi de R$ 1,7750 (+2,54%).


Quer ler o jornal na íntegra? Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso