X
X

Diário da Região

07/11/2015 - 00h00min

Terceiro mês

Construção civil demite mais que contrata na região

Terceiro mês

Pierre Duarte/ Arquivo Atualmente, Rio Preto conta com 12.631 trabalhadores no setor
Atualmente, Rio Preto conta com 12.631 trabalhadores no setor

A construção civil continua sofrendo com as demissões na região de Rio Preto. Em setembro, foram cortados 312 postos de trabalho com carteira assinada na região, o que representa uma diminuição de 1,02% na comparação com agosto. Esse foi o terceiro mês de saldo negativo na região, que agora conta com 30.409 trabalhadores registrados na construção civil, quase mil a menos que em junho, último mês de saldo positivo.

Os dados são da pesquisa de empregos feita pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), com base em informações do Ministério do Trabalho e do Emprego. Apenas em Rio Preto, foram encerradas 105 vagas de trabalho em setembro, uma queda de 0,82% na comparação com agosto. Esse também foi o terceiro mês consecutivo de saldo negativo. No total, a cidade emprega 12.631 trabalhadores no setor.

Já em Catanduva, setembro foi o oitavo mês consecutivo em que as demissões superaram as contratações. Foram encerrados 67 postos de trabalho, o que levou o total de trabalhadores na cidade a 1.397. No caminho inverso, Fernandópolis e Votuporanga tiveram saldos positivos em setembro, com 20 e 32 novos postos de trabalho, respectivamente..

Para o diretor da Regional do SindusCon-SP em Rio Preto, Germano Hernandes Filho, as quedas consecutivas são resultado de uma série de fatores. “Os juros altos influenciam muito no setor. A construção depende muito de crédito. além disso, os investidores estão receosos. Mesmo aqueles que ainda possuem dinheiro estão esperando para saber o que vai acontecer com o País e qual a melhor forma de fazer o seu investimento”, disse.

No entanto, Hernandes Filho acredita que nossa região está sofrendo menos que outras. “Se você olhar para o restante do Estado de São Paulo e para todo o Brasil, você vai ver que Rio Preto foi afetada, sim, pela crise, mas de uma forma menos agressiva. Rio Preto tem uma característica interessante que gosto de chamar de maturidade. Rio Preto não vai na euforia dos grandes momentos e não se rende à depressão dos período de queda.”

 

 

 

>> Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso