X

Diário da Região

12/06/2015 - 00h40min

Desempenho

Comércio exterior em Rio Preto registra nova queda

Desempenho

Divulgação O valor das compras feitas no exterior em maio foi o pior desde agosto de 2013; peixes continuam sendo o destaque
O valor das compras feitas no exterior em maio foi o pior desde agosto de 2013; peixes continuam sendo o destaque

O desempenho de Rio Preto no comércio exterior continua deixando a desejar na comparação com 2014. Tanto importações quanto exportações fecharam o mês de maio abaixo dos índices registrados no mesmo período do ano passado, como apontam os números da balança comercial divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento pela Secretaria de Comércio Exterior. As exportações tiveram uma queda de 18,90% em maio na comparação com o mesmo período de 2014. 

Rio Preto vendeu para o exterior US$ 1,471 milhão no mês passado, enquanto que em 2014 o montante chegou a US$ 1,814 milhão. O resultado, entretanto, representa uma alta de 24,04% com relação a abril, quando foi exportado US$ 1,186 milhão. "Normalmente, exportações são sazonais, principalmente porque muitos dos produtos exportados são agrícolas, que também variam de acordo com o período do ano. 

Além disso, mesmo os produtos manufaturados apresentam um comportamento histórico de consumo maior em determinadas épocas do ano, influenciados por clima, datas comemorativas, etc. Apesar de tudo isso, este quadro mostra que a economia continua desaquecida, mesmo que maio tenha tido um pequeno aumento na comparação com abril", explica Yvanna Garcia, tecnóloga em comércio exterior e diretora da Multiways Despacho Aduaneiro.

No entanto, apesar da economia desaquecida, Yvanna afirma que o cenário local ainda é melhor que o de outras regiões do País. "A crise continua lenta, mas a boa notícia é de que ela está lenta, porém caminhando. O Estado de São Paulo e nossa região parecem ter sido menos afetados. Há relatos de empresários do sul e do nordeste de que a situação está bem mais dramática nessas regiões." Nas importações, a queda foi ainda maior. 

Em maio, Rio Preto importou US$ 4,648 milhões, 25,50% a menos que no mesmo período de 2014. Além disso, esse foi o menor valor desde agosto de 2013. Na comparação com abril deste ano, as importações tiveram uma baixa de 23,10%. Para o despachante aduaneiro Paulo Narcizo, a variação negativa do período foi motivada por duas razões. "A primeira é o dólar mais caro. O dólar sobe e, consequentemente, todos os produtos comprados no exterior ficam mais caros. 

A segunda é a questão do aumento das alíquotas de contribuição ao PIS/Pasep e da Confins, incidentes sobre a importação de mercadorias. Com tudo isso, muita gente está deixando de importar." Com a mudança nas alíquotas, os importadores estão pagando 2,5% a mais sobre o valor aduaneiro dos produtos. Antes, as duas alíquotas somadas davam 9,25%. Com a alteração feita pela Medida Provisória, elas passaram para 11,75%.

Essa é a regra geral, mas que varia para mais, na maioria dos casos, dependendo do produto importando, podendo chegar a 20% para produtos de perfumaria, toucador e higiene pessoal. Mas mesmo com as mudanças, a importação não deve parar, afirma Yvanna. "E essa diminuição não é de todo ruim. Ela ajuda as indústrias brasileiras a se manterem vivas, respondendo por uma fatia do mercado. Além disso, as empresas reduziram os estoques para esperar o dólar retroceder um pouco, mas já devem voltar a comprar."

Balança comercial tem déficit de US$ 25 mi

O saldo da balança comercial rio-pretense já está negativo em US$ 25,659 milhões. No acumulado, Rio Preto exportou US$ 6,059 milhões de janeiro a maio, valor 29,21% menor que o registrado no mesmo período de 2014. Já entre as importações, o acumulado no período esse ano foi de US$ 31,719 milhões, abaixo 60,57% do total movimentado pela cidade nos primeiros cinco meses do ano passado.

Sobre o cenário, o despachante aduaneiro Paulo Narcizo afirma que a retração já era esperada, mas acredita que o futuro reserva resultados melhores. "Estamos falando sobre a possibilidade de o dólar ajudar na retomada das exportações de Rio Preto há um tempo e já vejo isso acontecendo. Temos que ficar cientes de que voltar a exportar não é algo que acontece de uma hora para a outra. O segundo semestre deve mostrar resultados melhores."

Sobre o resultado das importações, apesar dos números abaixo, Narcizo lembra que 2014 foi marcado por um cenário incomum, quando uma empresa sozinha importou mais de US$ 40 milhões em produtos específicos. "Desconsiderando essa importação de uma única empresa, em 2015 estamos bem próximos do que foi visto no ano anterior."

Para Yvanna Garcia, tecnóloga em comércio exterior e diretora da Multiways Despacho Aduaneiro, as exportações não devem apresentar mudanças durante o restante de 2015. "Elas devem se manter sem muito crescimento e concentradas em um número menor de empresas maiores e mais internacionalizadas que conseguem se adaptar com mais rapidez ao mercado. Já as importações devem voltar a crescer, apesar do dólar alto."

Produtos

Plantas vivas e artigos ortopédicos corresponde por quase metade de todo o valor exportado por Rio Preto. As plantas permanecem em primeiro lugar com um total de US$ 1,510 milhão, seguidas pelos artigos ortopédicos, com US$ 1,358 milhão exportado no ano. 

 

Arte - Comércio exterior em Rio Preto Clique aqui para ampliar

 

 

 

 

 

 

 

 


 

>> Leia aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso