Diário da Região

13/02/2010 - 03h20min

Ziriguidum

Carga tributária ‘cai na folia’ do Carnaval

Ziriguidum

Sérgio Menezes A venda de artigos carnavalescos deve crescer até 20% este ano, estimam os lojistas
A venda de artigos carnavalescos deve crescer até 20% este ano, estimam os lojistas

Mesmo no Carnaval, uma das festas mais esperadas pelos brasileiros, o consumidor precisa ficar atento à incidência dos tributos nos produtos mais consumidos nessa época. Levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) mostra que a cerveja, uma das bebidas mais consumidas na festa, lidera o ranking dos impostos cobrados, com 54,80% do seu preço composto por encargos. Por exemplo, se uma lata da bebida custar R$ 2,50, a mordida tributária corresponde a R$ 1,37 do valor do produto.


Na sequência entre os produtos mais tributados no período aparece o colar havaiano, típico adereço de festas de Carnaval, com incidência de 45,96% de tributos. O refrigerante em lata aparece em seguida, com 45,80% de impostos embutidos no preço. Nem a água mineral, item indispensável para aguentar o ritmo do Carnaval, escapa do peso dos impostos. Em seu preço, 43,91% são tributos. Para uma garrafinha de água, cujo preço seja R$ 1,50, os 43,91% de imposto representam R$ 0,66.


Para quem vai viajar no feriado de Carnaval, os encargos nos pacotes de hotel, incluindo ingressos e translado, chegam a 36,28%. Isso quer dizer que, para uma viagem com saída de Rio Preto com destino ao Rio de Janeiro, em transporte rodoviário, R$ 616,03 do valor (R$ 1.698) são impostos. O pacote turístico é para cinco dias, incluindo café da manhã e um ingresso para assistir ao desfile das escolas de samba.


Quem quiser ir fantasiado vai pagar na roupa com arame 33,91% de impostos e na de tecido, 36,41%. A incidência tributária no confete e na serpentina é de 43,83%. No caso da corneta, 34% do valor são impostos e na máscara de plástico, 43,93% são tributos.


Manutenção


Segundo a diretora do IBPT, Letícia do Amaral, os percentuais se mantiveram iguais em relação ao ano passado porque não houve desonerações ou aumento de tributos. “Nenhum desses produtos teve incentivo fiscal do governo ou mesmo o contrário”, disse.


Ao consumidor que deseja economizar, a única saída, diz Letícia, é optar pelo produto que seja menos onerado, mas na média, a incidência é de 40%. “O que determina a diferença de tributação entre um produto e outro é o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que tem alíquotas bastante variadas.”


Lojistas preveem aumento de vendas


As vendas de itens e acessórios para o Carnaval estão aquecidas neste ano em Rio Preto e devem aumentar ainda mais neste sábado. Otimistas, lojistas do setor esperam aumento de até 20% nas vendas em relação ao Carnaval do ano passado. Na Cartonagem Três Marias, o dia de maior movimento foi a última quinta-feira, quando se vendeu 30% a mais, mas, ao longo do período, a previsão é de aumento de 20%. “Esse crescimento é devido às festas das escolas infantis”, disse a proprietária Regina Boracini.


Os itens mais procurados continuam sendo confetes, serpentinas, espumas e fantasias infantis. Para os meninos, neste ano quem faz a festa é o personagem Bem 10 e, para meninas, a clássica bailarina continua liderando as escolhas. A gerente da Cartonagem Dois Irmãos, Luciana Cristante Ferro, diz que a loja investiu bastante em fantasias neste ano, para aumentar a variedade de itens. Itens básicos, confete e serpentina também são muito vendidos Custam a partir de R$ 1,80 e R$ 2,50, respectivamente. “O movimento neste sábado deve ser grande porque já tem muita gente de folga. A previsão é de alta de 10% nas vendas”, disse.


Na loja A Costureira, a maior parte dos adereços e acessórios para compor as decorações de festas com motivos carnavalescos já foram vendidas. Os destaques são máscaras, a partir de R$ 18, e bolas, a partir de R$ 45. “O público está bastante variado e nesse ano vão acontecer muitas festas particulares, em família”, afirmou a gerente Ivanir Pereira. A loja prevê aumento entre 15% e 20% nas vendas. Embora os estoques tenham diminuído, ainda é possível encontrar itens como bolas e ráfias metálicas.


Supermercados


Nos supermercados de Rio Preto, a expectativa é que as vendas tenham aumento neste fim de semana. Os produtos mais procurados nesta época são bebidas, entre cerveja e refrigerantes, e carne. No Proença, segundo o sub-gerente André Luiz Marqueti, a previsão é de aumento de 15% nas vendas. “Os preços se mantiveram iguais ao ano passado. Não houve alteração.”


Uma caixa com 12 latas de cerveja está custando R$ 15; um quilo de picanha sai por R$ 24,90 e refrigerante de 2,5 litros é encontrado por R$ 3,29. O diretor operacional do Tome Leve, Mário Antonio Angelicola, prevê aumento nas vendas a partir deste sábado, entre 15% e 20% nos itens mais consumidos nesta época: cerveja em lata, refrigerantes, carnes e linguiças. “A expectativa está boa. Esse ano deve ser melhor porque acabou o sentimento de crise.”

   

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso