X
X

Diário da Região

24/07/2017 - 17h55min

São Paulo

Bovespa sobe 0,64% e recupera os 65 mil pontos com ações de commodities

São Paulo

O Índice Bovespa retomou nesta segunda-feira, 24, a trajetória de alta - depois de três quedas seguidas na semana passada - mais uma vez apoiado no bom desempenho das commodities no mercado internacional. O indicador operou em terreno positivo durante todo o dia e terminou o pregão em alta de 0,64%, aos 65.099,55 pontos, encostado na máxima intraday, de 65.104,42 pontos (+0,65%). O contraponto a essa alta foi volume financeiro reduzido, que somou R$ 4,8 bilhões, ante a já fraca média diária de julho, de R$ 6,3 bilhões. "O noticiário escasso, principalmente no período da tarde, levou o mercado a ter as commodities como principais referências hoje. E para os próximos dias, o que pode gerar alguma movimentação no mercado serão os balanços corporativos e as decisões de política monetária no Brasil e nos Estados Unidos", disse o operador de uma corretora paulista que não chegou a se surpreender com o volume financeiro tão reduzido. Para ele, a retração que já tem sido vista no período de crise política é reforçada em julho pelo recesso parlamentar no Brasil e pelas férias no Hemisfério Norte. Os contratos futuros de petróleo fecharam em alta superior a 1% em Nova York e Londres, em resposta ao anúncio da Arábia Saudita de que reduziria suas exportações da commodity, além da adesão da Nigéria em limitar sua produção. As ações da Petrobras seguiram a alta da commodity e terminaram o dia com ganhos de 1,05% (ON) e de 1,50% (PN). Hoje a companhia anunciou que irá reduzir em 3% o preço do diesel nas refinarias a partir de amanhã, enquanto a gasolina terá uma redução de 1,8%. As ações da Vale foram além e subiram 2,21% (ON) e 2,51% (PNA), favorecidas pela alta de mais de 1% no mercado à vista chinês, que se manteve ao longo do dia nos contratos futuros internacionais. Os papéis da mineradora contagiaram as siderúrgicas, como Gerdau Metalúrgica, que avançou 4,18% e liderou as altas da carteira teórica do Ibovespa. CSN ON subiu 3,12% e também se destacou. Foi divergente a influência das ações de bancos, grupo de maior peso no Ibovespa. Os destaques do dia foram as quedas de 2,43% das units do Santander e de 1,12% de Banco do Brasil ON, que destoaram dos ganhos de outros papéis, como Itaú Unibanco PN e Bradesco PN (+0,63% e +0,85%). Profissionais atribuíram as quedas de BB e Santander ao fato de as instituições serem credoras da Triunfo Participações e Investimentos. A operadora de concessões de infraestrutura pediu homologação de planos de recuperação extrajudicial dela e de suas subsidiárias.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso