X
X

Diário da Região

03/12/2015 - 18h07min

São Paulo

Bovespa fecha em alta de 3,29% com reação positiva à possibilidade de impeachment

São Paulo

A Bovespa reagiu positivamente à aceitação do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, com os investidores apostando em uma melhora no quadro político e econômico do País. O otimismo dos investidores se manteve mesmo diante da perspectiva de um processo longo e de resultado imprevisível. Com isso, a bolsa brasileira, que chegou a subir até 4,96% ao longo do dia, fechou com ganhos de 3,29%, aos 46.393,26 pontos e R$ 7,8 bilhões em negócios. A decisão do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de aceitar um dos pedidos de impeachment apresentados pelos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Jr. e Janaína Paschoal foi anunciada no início da noite de quarta-feira, quando os mercados já estavam fechados. Cunha anunciou a decisão após os três deputados petistas que compõem a Comissão de Ética da Câmara fecharem acordo para votação a favor de processo por quebra de decoro parlamentar contra ele. As ações que melhor simbolizaram o otimismo com o noticiário político foram as da Petrobras e as do setor bancário. As ações da estatal petrolífera subiram 3,48% (ON) e 6,12% (PN), enquanto Banco do Brasil ON avançou 8,40% e Itaú Unibanco PN, 6,35%. Segundo profissionais do mercado de renda variável, o anúncio de Cunha, feito antes mesmo da votação da Comissão de Ética (marcada para dia 8), acabou pegando alguns investidores de surpresa, o que levou a um movimento de zeragem de posições vendidas (apostas na queda das ações). Com isso, a alta dos papéis ganhou ainda mais força. Ainda no que diz respeito a um possível impedimento presidencial, os profissionais ponderaram que, apesar desta primeira reação positiva do mercado, a dinâmica do processo pode estressar os negócios em outras sessões. Isso porque há várias pedras no caminho até o desfecho. O temor é de que, em meio a indefinições, o País tenha seu rating novamente rebaixado por alguma das principais agências de rating. Vale lembrar que uma equipe da Standard & Poor's desembarcou no País na terça-feira para avaliar as condições políticas e econômicas domésticas.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso