X

Diário da Região

12/06/2015 - 18h06min

São Paulo

Bolsas fecham em queda em NY, com investidores de olho na Grécia e no Fed

São Paulo

O impasse nas negociações entre Grécia e seus credores internacionais e a proximidade da reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) geraram um clima de cautela em Wall Street nesta sexta-feira, 12. Nem mesmo os números positivos da economia americana divulgados nesta manhã foram capazes de tirar as bolsas de Nova York do vermelho. O índice Dow Jones fechou em queda de 0,78%, aos 17.898,84 pontos, acompanhado do S&P 500, que baixou 0,70%, para 2.094,11 pontos, e do Nasdaq, que teve retração de 0,62%, para 5.051,10 pontos. Na semana, o Dow Jones acumulou alta de 0,28%; o S&P 500 avançou 0,06% e o Nasdaq caiu 0,34%. "Houve certamente alguma venda após um par de dias de ganhos", comentou Seth Setrakian, da First New York Securities. Na falta de notícias corporativas, os investidores concentraram a atenção nas negociações sobre a ajuda financeira à Grécia. A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, pediu a todos os envolvidos nas conversas sobre o resgate da Grécia que retomem as negociações, um dia depois de o Fundo Monetário Internacional anunciar que abandonaria o diálogo com Atenas. Uma fonte do governo grego afirmou que a Grécia está pronta para apresentar uma contrapropostas aos seus credores. "Estamos em um período silencioso... Isso significa que notícias sobre a Grécia provavelmente terão um grande impacto sobre o mercado", disse Alan Gayle, da RidgeWorth Investments. "Os investidores estão realmente se preparando para Grécia e Fed na próxima semana", comentou Darren Wolfberg do BNP Paribas. O Fed se reúne nos dias 16 e 17 de junho. Dados divulgados hoje alimentaram as perspectivas de um aumento nos juros americanos no fim deste ano. O índice de preços ao produtor (PPI) dos EUA subiu 0,5% em maio, frente ao mês anterior, depois de ter recuado 0,4% em abril na mesma base de comparação. O resultado veio melhor do que o previsto pelos analistas, que esperavam alta de 0,4%. Já o índice de sentimento do consumidor dos EUA, medido pela Reuters/Universidade de Michigan, subiu para 94,6 na leitura preliminar de junho, de 90,7 na leitura final de maio, superando a previsão de alta a 91,5.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso