X
X

Diário da Região

20/04/2015 - 18h15min

Nova York

Bolsas fecham em alta em NY, reagindo a balanços e corte de compulsório na China

Nova York

As bolsas de Nova York fecharam em alta nesta segunda-feira, 20, em recuperação depois das quedas da sexta-feira, diante de balanços positivos e do anúncio de uma nova medida de estímulo econômico da China. O índice Dow Jones subiu 208,63 pontos (1,17%), para 18.034,93 pontos; o S&P 500 avançou 19,22 pontos (0,92%), para 2.100,40 pontos; e o Nasdaq teve alta de 62,78 pontos (1,27%), para 4.994,60 pontos. No domingo, o Banco do Povo da China anunciou um corte de 1 ponto porcentual no compulsório dos bancos. A medida libera cerca de US$ 200 bilhões dos bancos do país asiático para a economia. A queda da sexta-feira também contribuiu para que hoje alguns investidores buscassem algumas ações, à procura de barganhas. No caso dos balanços, os investidores foram encorajados pelos resultados de algumas empresas, que vieram em geral "em linha com as expectativas reduzidas", disse Larry Weiss, chefe de negociações da Instinet. O banco Morgan Stanley informou que teve lucro de US$ 2,39 bilhões no primeiro trimestre, acima do US$ 1,51 bilhão registrado no mesmo período de 2014. A receita subiu para US$ 9,91 bilhões, ou US$ 9,78 bilhões excluindo ajustes contábeis, ante projeção dos analistas de US$ 9,17 bilhões. A ação do banco subiu 0,53%. Já as ações da Hasbro avançaram 12,55% após a fabricante de brinquedos divulgar resultado melhor que o esperado de receita e lucro, apesar do impacto negativo do câmbio. A ação da Halliburton subiu 2,05%, após a empresa do setor de serviços para campos de petróleo também divulgar receita e lucro que superaram as previsões. Entre as outras ações em foco hoje, Merck & Co. subiu 1,28%, após um estudo mostrar resultados positivos para o novo medicamento da empresa para o câncer, Keytruda. A IBM avançou 3,42% antes de a empresa divulgar seu balanço trimestral, que saiu após o fechamento das bolsas em Nova York. A empresa teve lucro de US$ 2,33 bilhões (US$ 2,35 por ação) no primeiro trimestre de 2015, valor 2,65% maior do que o registrado um ano antes. Já as receitas caíram pelo 12º trimestre seguido na comparação anual, para US$ 19,59 bilhões, de US$ 22,24 bilhões nos primeiros três meses de 2014. Analistas estimavam que a receita ficaria em US$ 19,64 bilhões, ou US$ 2,80 por ação. No after hours, as ações da IBM subiam 0,51%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso