X
X

Diário da Região

25/01/2016 - 15h53min

São Paulo

Bolsas europeias fecham em queda diante de novo recuo nos preços do petróleo

São Paulo

As bolsas europeias fecharam em baixa nesta segunda-feira, 25, pressionadas por uma nova queda nos preços do petróleo. Apesar da recuperação vista nos mercados acionários na semana passada, analistas destacam que os temores que pesaram sobre as ações no início do ano permanecem: a desaceleração da economia da China, o enfraquecimento dos mercados emergentes e o plano do Federal Reserve de elevar os juros nos EUA durante este ano - embora a expectativa para a reunião desta semana seja de manutenção da atual de política monetária. O índice pan-europeu Stoxx Europe 600 terminou a sessão com -0,62%, aos 336,27 pontos. A bolsa de Londres fechou com queda de 0,39% no índice FTSE-100, aos 5.877,00 pontos. Companhias ligadas a recursos naturais foram destaque, como a mineradora Rio Tinto, que caiu 3,5%, e a petroleira BP, que teve baixa de 0,7%. Os bancos também estiveram entre as quedas em razão de relatos sobre a potencial necessidade de mais provisões. Lloyds recuou 5,9%. Em Frankfurt o índice DAX encerrou o dia com -0,29%, aos 9.736,15 pontos, pressionado também pelo índice de sentimento das empresas da Alemanha medido pelo instituto Ifo, que caiu para 107,3 em janeiro, o nível mais baixo desde fevereiro de 2015. Deutsche Bank perdeu 5,5% com notícias de que vai reduzir os pagamentos de bônus de 2015 em razão de um prejuízo. O índice CAC-40 da bolsa de Paris declinou 0,58%, para 4.311,33 pontos. A petroleira Total caiu 1,9% e a Technip cedeu 4,5%. A Vinci, porém, subiu 2,3% após relatos de que vencerá um contrato no valor de 200 milhões de euros para desenvolver e operar aeroportos em Mashhad e em outra cidade do Irã - que está se reaproximando de governos do Ocidente depois do fim das sanções ao país. Na bolsa de Milão os bancos continuaram sendo penalizados e o índice FTSE-MIB caiu 2,03%, para 18.641,47 pontos. Amanhã a Comissão Europeia fará uma reunião com o governo italiano sobre um mecanismo que ajudará os bancos a reduzirem as dívidas inadimplentes, segundo informações de operadores. Banco Popolare teve queda de 7,1%, UniCredit caiu 6,4% e Banca Popolare di Milano cedeu 6,2%. Madri fechou com queda de 1,78% no índice Ibex-35, aos 8.567,70 pontos. Já Lisboa contrariou a tendência e o PSI-20 subiu 0,28%, para 4.847,37 pontos. Na bolsa portuguesa, a petroleira Galp registrou alta de 0,41%, apesar do declínio generalizado das companhias do setor na Europa. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso