X
X

Diário da Região

18/12/2015 - 16h52min

São Paulo

Bolsas europeias caem com cautela dos investidores às vésperas do Natal

São Paulo

As bolsas europeias fecharam em queda nesta sexta-feira, 18, com a cautela dos investidores às vésperas do que se espera ser uma semana sem direção durante as comemorações do Natal. O índice pan-europeu Stoxx 600 caiu 1,01%, para 361,23 pontos, aparando os ganhos da semana para 1,5%. "A situação não está sendo ajudada pelo declínio da liquidez no período festivo, que será um fator importante para os mercados até o final do mês", disse Simon Smith, economista-chefe da FxPro. O mercado acionário europeu encerrou a sessão de ontem com ganhos, na esteira do anúncio do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) de aumento da taxa de juros, sinalizando confiança na força da economia norte-americana. No entanto, os índices entraram no vermelho após notícias decepcionantes vindas da Ásia. Há uma certa decepção dos investidores com o anúncio de novas medidas pelo Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês). No esforço para incentivar a atividade e acelerar a inflação, o BC japonês anunciou ação adicional que comprará 300 bilhões de ienes - cerca de R$ 9,5 bilhões - em fundos de índice, os ETFs. Após reação inicial positiva, o mercado mudou de ideia e passou a demonstrar preocupação com as razões do movimento adicional. Para alguns analistas, o BoJ pode estar reagindo à piora da economia. Como resultado, a bolsa de Londres caiu 0,82%, para 6.052,42 pontos. As ações de algumas mineradoras, no entanto, limitaram as perdas. O aumento de mais de 3% do cobre deu apoio às ações e a Anglo American ganhou 5,73% e a BHP Billiton avançou 2,46%. O índice DAX da bolsa de Frankfurt recuou 1,21%, para 10.608,19 pontos. A Bayer viu suas ações recuarem 2,09%, a Beiersdorf - dona da marca de cosméticos Nivea - perdeu 2,53%, e a Adidas recuou 2,22%. A bolsa de Paris caiu 1,12%, para 4.625,26 pontos, pressionada pelas quedas da Alcatel-Lucent (-2,20%); Carrefour (-2,13%) e Schneider Electric (-2,49%). No lado positivo está a Alstom, que ganhou 1,05% depois que a fabricante de trens sinalizou um grande contrato com a operadora de ferrovias belga, SNCB-NMBS. Em Portugal, a bolsa de Lisboa fechou na contramão da maioria dos índices europeus e subiu 0,62%, na máxima, para 5.310,66 pontos; a bolsa de Madri recuou 1,63%, para 9.717,10 pontos; e a bolsa de Milão fechou em queda de 1,31%, para 2.1241,93 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso