X
X

Diário da Região

26/08/2015 - 19h41min

Nova York

Bolsas de NY fecham em forte alta, após seis sessões em queda

Nova York

As bolsas de Nova York reverteram seis pregões de baixa e encerraram o pregão desta quarta-feira, 26, em alta forte, impulsionadas por novos estímulos na China, por um dado positivo do setor industrial norte-americano e pela sinalização de que os juros podem demorar a subir nos EUA. As bolsas já davam sinais de que teriam um dia de rali desde a abertura, influenciada por dois fatores. Logo pela manhã, a China anunciou a injeção de 140 bilhões de yuans (US$ 21,80 bilhões) no sistema financeiro, por meio de operações de liquidez de curto prazo. O movimento ocorreu um dia depois de o BC chinês anunciar corte da taxa de juros e do compulsório dos bancos, em mais uma medida para estimular a economia. Além disso, uma boa notícia para o setor manufatureiro dos EUA impulsionou as ações deste segmento. As encomendas de bens duráveis nos EUA subiram 2,0% em julho ante junho, em termos sazonalmente ajustados, superando a previsão dos economistas consultados pela Dow Jones Newswires, que esperavam alta de 0,1%. Desta forma, as ações nos Estados Unidos já estavam em alta firme. Mas, no meio da sessão, o discurso do presidente do Federal Reserve de Nova York, William Dudley, impulsionou ainda mais os ganhos. O dirigente, que tem poder de voto nas decisões de política monetária dos EUA, afirmou que o aumento de juros no país sem setembro está "menos convincente". "À medida que a poeira está baixando, as pessoas voltam para o mercado e percebem 'nossa, as coisas têm sido exageradas'. Ainda há muitas chances de valorização", disse Sam Peters, gerente de portfólio da ClearBridge Investments. Os três principais índices encerraram o pregão nas máximas. O Nasdaq subiu 191,05 pontos (+4,24%), para 4.697,54 pontos. E o S&P 500 ganhou 72,90 pontos (+3,90%), fechando em 1.940,51 pontos. Já o Dow Jones avançou 619,07 pontos (+3,95%), para 16.285,51 pontos, com todas as ações encerrando no território positivo. Entre as principais altas, os papéis da Walt Disney subiram 3,48% e os da Home Depot ganharam 4,47%. Fonte: Dow Jones Newswires

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso