X
X

Diário da Região

08/01/2016 - 20h22min

Nova York

Bolsa de NY cai, culminando a pior 1ª semana do ano em todos os tempos

Nova York

A Bolsa de Nova York voltou a fechar em queda nesta sexta-feira, 8, revertendo as altas da manhã, quando o índice Dow Jones chegou a subir 138 pontos. Com a queda de hoje, o Dow acumula seis quedas de mais de 100 pontos nas últimas sete sessões. As quedas acumuladas na semana foram as maiores desde a última semana de agosto de 2015. Esta também foi a pior primeira semana do ano de todos os tempos para o Dow desde o lançamento do índice, em 1897. "Todo mundo está contente porque a semana acabou", disse Justin Wiggins, diretor de operações com ações da Stifel Nicolaus. O mercado abriu em alta, reagindo positivamente à estabilização das bolsas e da moeda na China e à divulgação de dados fortes do nível de emprego nos EUA em dezembro. O Dow Jones chegou a subir 138 pontos. No começo da tarde, porém, os principais índices voltaram a cair porque os preços do petróleo, que haviam ensaiado uma recuperação pela manhã, passaram a recuar em reação à alta do dólar, que subiu após a divulgação dos dados do "payroll". As bolsas europeias, que também estavam em alta, devolveram os ganhos no final da sessão. Na China, a bolsa de Xangai, que havia caído 7,04% na quinta-feira, fechou em alta de 1,97%. O yuan fechou a por 6,5888 por dólar no mercado de balcão de Xangai, de 6,5929 por dólar ontem, depois de o banco central da China elevar a cotação de referência a 6,5636 por dólar, de 6,5646 por dólar na quinta-feira. Traders disseram que a estabilização dos mercados na China permitiu que os fundamentos voltassem ao centro das atenções. O Departamento do Trabalho informou que foram criados 292 mil postos de trabalho nos EUA em dezembro e que a taxa de desemprego ficou estável em 5,0%, quando a expectativa dos economistas era de 210 mil e de 4,9%, respectivamente. O número de postos de trabalho criados nos dois meses anteriores também foi revisado para cima. O salário médio por hora trabalhada encolheu US$ 0,01 em dezembro (0,04%), para US$ 25,04, mas acumulou alta de US$ 2,5% em relação a dezembro de 2014. "A incerteza sobre o que está acontecendo na China resultou em uma volatilidade incrível e em um movimento massivo de vendas", disse Lawrence Kemp, do fundo BlackRock Fundamental Large Cap Growth. Segundo ele, os investidores estão mostrando cautela porque uma desaceleração das economias da China e de outros mercados emergentes deverá ter impacto em outras regiões. "Tendo em vista o que está acontecendo na China e no resto do mundo, a economia dos EUA poderá crescer um pouco mais lentamente", acrescentou Kemp. Na Chicago Board Options Exchange (CBOE), o índice de volatilidade VIX subiu 8,08%, para 27,01; a máxima foi em 27,08. Todos os dez componentes setoriais do S&P-500 caíram; as maiores quedas foram dos setores financeiro (-1,57%), serviços de saúde (-1,44%) e energia (-1,34%). Das 30 componentes do Dow Jones, apenas duas ações fecharam em alta (Apple, +0,53%, e Microsoft, +0,31%); entre as maiores quedas estavam Cisco Systems (-2,48%), Walmart (-2,29%), Boeing (-2,27%) e JPMorgan Chase (-2,24%). O índice Dow Jones fechou em queda de 167,65 pontos (1,02%), em 16.346,45 pontos. O Nasdaq fechou em queda de 45,80 pontos (0,98%), em 4.643,63 pontos. O S&P-500 fechou em queda de 21,06 pontos (1,08%), em 1.922,03 pontos. Na semana, o Dow acumulou uma queda de 1.079 pontos, ou 6,19%, superando o recorde de queda anterior para uma primeira semana do ano (de 5,6%, nas primeiras cinco sessões de 1978). O S&P-500 acumulou uma queda de 5,96%, superando a queda recorde de 5,32% ocorrida em 2008); o Nasdaq, por sua vez, acumulou uma queda de 7,26% nesta semana, não chegando a bater a baixa de 8% registrada na primeira semana de 2009. "Houve começos ruins de anos que acabaram com resultados ruins, mais recentemente em 2000 e em 2008, e inícios ruins em anos que acabaram com um desempenho forte (1955, 1982 e 1991, entre outros)", disse Charlie Bilello, diretor de pesquisa da Pension Partners. "A história completa de 2016 ainda está por ser escrita", acrescentou. A temporada de divulgação de informes de resultados do quarto trimestre começa na segunda-feira com o balanço da Alcoa, que sai após o fechamento das Bolsas. Fonte: Dow Jones Newswires

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso