X
X

Diário da Região

10/09/2015 - 11h01min

Brasília

BC mantém perspectiva de superávit primário de 0,70% do PIB em 2016

Brasília

Em linha com o discurso do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e da presidente Dilma Rousseff, o Banco Central manteve na ata do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada nesta quinta-feira, 10, a premissa de relação de 0,70% para o superávit em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) em 2016 como referência para a trajetória de superávit primário. A manutenção se dá mesmo após a informação de que o orçamento da União do ano que vem será deficitário em R$ 30,5 bilhões, Com o orçamento deficitário, o governo deixou de lado a meta de superávit fiscal estabelecida para o setor público consolidado no próximo ano e passou a trabalhar com uma previsão de déficit de 0,34%. Isso porque o rombo no orçamento da União equivale a 0,50% do Produto Interno Bruto (PIB), enquanto, ao mesmo tempo, o governo projeta um resultado fiscal positivo de 0,16% do PIB para Estados e municípios. Na ata passada, o BC havia atualizado seus parâmetros depois da mudança da meta fiscal anunciada pelo Ministério da Fazenda. Para 2015, no lugar de um superávit de R$ 66,3 bilhões, o Banco Central passou a contar com uma relação de 0,15% do PIB, o que permanece agora. Para 2016, a referência passou a ser a de uma economia de 0,70% do PIB ante a premissa de 2% do documento anterior. A redução da meta fiscal apresentada pela Fazenda anunciou foi de 1,13% do PIB para 0,15%. Em termos nominais, o valor passou de R$ 66,3 bilhões para R$ 8,7 bilhões. Pela primeira vez esta semana, o mercado financeiro previu uma relação negativa para o superávit primário deste ano na comparação com o PIB. Segundo a abertura do Relatório de Mercado Focus, divulgado toda segunda-feira pelo BC, essa relação está em -0,10% agora. Vale lembrar que, há uma semana seguia estável e que essa taxa já chegou a ser superior a 2%. Para 2016, a piora das expectativas também é latente. A mediana está hoje em 0,20% - ante 0,50% da semana passada, mas é preciso destacar que há apenas um mês, a previsão era de 1%.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso