X
X

Diário da Região

12/01/2016 - 10h05min

São Paulo

Bancos e outras instituições preveem desaceleração maior no PIB da China em 2016

São Paulo

Projeções divulgadas nos últimos dias apontam para um enfraquecimento maior no Produto Interno Bruto (PIB) da China neste ano. Além disso, vários bancos e outras instituições também divergem sobre o real crescimento econômico registrado pelo país no ano passado. O dado oficial de todo o ano de 2015 deve sair na noite da próxima segunda-feira, pelo horário de Brasília. Mais cedo, o órgão de planejamento econômico da China afirmou que o PIB do país deve ter crescido cerca de 7,0% no ano passado, resultado em linha com a meta do governo. A agência de classificação de risco Fitch, porém, estima que o PIB chinês tenha crescido 6,8% em 2015, enquanto o Instituto Internacional de Finanças (IIF), formado pelos maiores bancos do mundo, projetou em relatório que o PIB chinês tenha avançado 6,9%. Outra agência de risco, a Moody's, prevê que o crescimento da China tenha sido de fato de 7,0% em 2015. Para 2016, as projeções são de desaceleração maior. A Fitch, por exemplo, prevê crescimento na China de 6,3% no ano atual, mesma previsão da Moody's. O Banco Mundial prevê 6,7% neste ano (abaixo dos 7,0% da projeção anterior) e o IIF, 6,4%. O Deutsche Bank e o HSBC projetam ambos que a economia chinesa terá expansão de 6,7% em 2016. Algumas projeções, porém, são ainda mais pessimistas. A consultoria Fathom, sediada em Londres, questionou em relatório a veracidade das estatísticas oficiais da China. Uma medida de atividade econômica elaborada pela própria consultoria aponta para um crescimento muito mais fraco no país atualmente, de 2,4%. A Fathom lembra que outros comentaristas têm apontado que a China passa por um reequilíbrio estratégico em sua economia, mudando a ênfase dos gastos estatais para um peso maior ao consumo interno. No entanto, na avaliação da consultoria, há poucas evidências que sugiram que o consumo está com força suficiente para compensar a ociosidade em parte da economia chinesa.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso