Diário da Região

11/06/2002 - 01h12min

Fraude

‘Comércio de cheques’ surpreende o mercado

Fraude

Sérgio Menezes Os cheques foram entregues ao delegado seccional de Polícia
Os cheques foram entregues ao delegado seccional de Polícia
A constatação feita pelo Diário sobre a existência de um comércio de cheques clonados e roubados na área do Calçadão, em Rio Preto, pegou de surpresa representantes de bancos e entidades locais ligadas ao comércio. Eles cobraram uma atitude por parte das autoridades policiais locais e pedem a prisão dos envolvidos na comercialização dos documentos “frios” na cidade. O delegado seccional, Roberto Cezário da Silva, instaurou inquérito e afirma que a polícia tem apreendido documentos irregulares diariamente, inclusive cheques. A Associação Comercial e Industrial de Rio Preto (Acirp) enviou documento às Polícias Civil e Militar pedindo um combate maior a este tipo de crime. Segundo o presidente da entidade, Osvaldo Graciani, o assunto também seria discutido na reunião entre diretores da Acirp com o objetivo de encontrar alternativas para amenizar prejuízo no comércio local.

“O trabalho feito pelo Diário serviu de alerta aos comerciantes. Todos, a partir de agora, sabendo da existência de cheques roubados e que são comprados facilmente nas ruas, devem redobrar os cuidados”, diz Graciani. O presidente do Sindicato do Comércio Varejista, Eládio Arroyo Martins, classificou como “um absurdo” o comércio ilegal de cheques em Rio Preto. E fez uma previsão: “O cheque convencional deverá ser extinto nos próximos anos. Já iniciamos uma campanha entre os lojistas para substituí-lo pelo cartão de crédito e débito”, diz. Para Martins, os próprios comerciantes têm responsabilidade neste tipo de comércio ilícito de cheques. Ele explica que muitos são coniventes quando deixam de efetuar pesquisa nos sistemas de proteção de crédito, como o Serviço de Proteção ao Crédito e Informações (SCPC) e a Centralização dos Serviços Bancários (Serasa).

“O camarada, em alguns casos, não paga R$ 2 para consultar determinado cheque e acaba perdendo R$ 100, o que corresponde ao valor da compra. Como o cheque é roubado, ele acaba tendo de arcar com o prejuízo”, diz Martins. Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Ronaldo José Reis, os comerciantes já tem se resguardado em relação à prática dos golpistas. No entanto, sua maior preocupação é em relação ao micro e pequeno empresário que não tem condições de consultar todos os documentos que entram em suas lojas.

Bancos
Banco do Brasil, Banespa e Caixa Econômica Federal acreditam que o cheque eletrônico é uma tendência para que o problema com cheque roubado ou clonado seja solucionado. As três instituições negam que estejam facilitando a abertura de conta a qualquer tipo de cliente. Segundo o gerente-geral do Banespa, André Luis Corrêa, para a abertura de conta corrente, são exigidos o original e cópia do Cadastro de Pessoa Físicas (CPF) e do RG, além de comprovante de residência e de renda. “No nosso caso, montamos há dois anos um comitê de gerentes para fazer uma avaliação da documentação do cliente para efetuar a abertura ou encerramento da conta. Se for detectado qualquer problema, infelizmente, não temos como abrir a conta”, afirma.

Polícia quer prender negociadores
A Polícia Civil de Rio Preto já iniciou as investigações sobre o comércio de cheques roubados e clonados existentes na cidade. O delegado seccional, Roberto Cezário da Silva, determinou ontem a abertura de inquérito policial para averiguação dos fatos. O procedimento policial será acompanhado por investigadores da Delegacia de Investigações Gerais (DIG). “Vamos apurar como se deu o furto do talão de cheques e chegar a seus negociadores”, afirmou. No último domingo, o Diário divulgou reportagem sobre a compra de duas folhas de cheques no Calçadão da cidade. As folhas, roubadas no dia 2 deste mês da universitária gaúcha Renata Salvatori, que é estudante em Santa Fé do Sul, foram entregues ontem àquele delegado.

Ele explicou que diariamente a polícia tem apreendido documentos irregulares na cidade, entre eles cheques roubados. Ele afirmou que, em algumas oportunidades, o próprio titular da co

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso