X
X

Diário da Região

22/09/2015 - 08h57min

Pequim

Órgão de planejamento e instituto divergem sobre se China pode crescer 7%

Pequim

A China pode atingir sua meta de crescimento para este ano, apesar de uma recente desaceleração econômica, afirmou a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma, o principal órgão de planejamento econômico do país. Já um importante centro de estudos também ligado ao governo reduziu sua expectativa de crescimento neste ano, prevendo que não deve ser atingida a meta de 7% estabelecida pelo governo central. A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma afirmou em comunicado que a economia chinesa continuará a operar em uma "faixa razoável" no segundo semestre e que o crescimento neste ano deve ficar em cerca de 7%, em linha com a meta do governo para este ano. Nos primeiros dois trimestres de 2015, a China cresceu 7%, no patamar mais fraco em seis anos. Há preocupações com a capacidade de Pequim de gerenciar a economia e seus mercados financeiros, o que afeta os mercados internacionais nos últimos meses. O órgão estatal disse que, apesar da desaceleração, a economia ainda está em um patamar de médio para forte, em comparação com outros países. Com mais reformas, a economia chinesa deve manter crescimento estável. A comissão também afirmou que o investimento deve se estabilizar nos próximos meses, enquanto as exportações da China dificilmente terão uma grande reação, diante da demanda externa fraca. Já a Academia Chinesa de Ciências Sociais, um importante centro de estudos ligado ao governo de Pequim, reduziu sua precisão de crescimento para 2015, dizendo que dificilmente o país crescerá 7% neste ano, informou a imprensa estatal. O centro diminuiu sua estimativa para crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 7% anteriormente para 6,9%, segundo relatório. A revisão acontece por causa da "pressão da baixa inflação", disse Zhang Ping, um integrante do centro de estudos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso