X
X

Diário da Região

14/03/2016 - 10h45min

VIDA E MORTE

Cácia Goulart encena obra de Tolstói no Vasco

VIDA E MORTE

Cacá Bernardes/Divulgação Cácia Goulart foi inciada aom Shell de melhor atriz em 2013 pela atuação em A Morte de Ivan Ilitch
Cácia Goulart foi inciada aom Shell de melhor atriz em 2013 pela atuação em A Morte de Ivan Ilitch

Uma delicada e contundente reflexão sobre vida e morte. Essa é a tônica do monólogo A Morte de Ivan Ilitch, que a atriz paulistana Cácia Goulart apresentará em Rio Preto neste sábado e domingo, 19 e 20, no Centro Cultural Vasco.

O monólogo é fruto da adaptação feita pela atriz e pelo dramaturgo Edmilson Cordeiro de texto homônimo do russo Lev Tolstói. Publicada em 1866, é considerado a mais perfeita obra do gênero novela do século 20. 

Pela primeira vez em um trabalho solo, Cácia escolheu um clássico literário com tema e abordagem que tocam de perto o homem contemporâneo. A peça aborda a pretensa autossuficiência do homem, que é relutante em admitir a própria finitude e põe a morte numa zona de silêncio. 

Disposta a tratar honestamente da questão, a atriz se desdobra na atuação, dramaturgia e direção do espetáculo, que já recebeu duas indicações ao Prêmio Shell (2013), nas categorias de melhor atriz e melhor iluminação (Lúcia Chedieck).  

Nesta livre adaptação dramatúrgica, Cácia interpreta o respeitado juiz Ivan Ilitch, casado com uma bela mulher, cujo relacionamento foi construído devido ao interesse dele na fortuna da moça. 

Ao decorar sua casa, um dos símbolos da riqueza que ostentava, Ivan se fere enquanto pendura as cortinas. O machucado gradativamente toma proporções maiores e, aos poucos, ele caminha para a morte.

Durante o trajeto para o fim da sua vida, o personagem reflete sobre o sentido que teve os anos vividos. Aos poucos, perdendo a influência e o papel de controle até mesmo dentro da sua casa, ele repensa sobre quanto valia, afinal de contas, tudo o que tinha.

O público é convidado a vivenciar a obra, como testemunha ou como quem toma partido no cortejo ora fúnebre ora sarcástico dos familiares, amigos e servos, ora por perspectivas solidárias, patéticas, irônicas ou poéticas. A música original composta por Marcelo Pellegrini sustenta e pontua a estrutura dramatúrgica, arrematando a ambiência do espetáculo.

Com cenário intimista de André Cortez, figurinos de Marina Reis e desenho de luz de Lúcia Chedieck,  a plateia é convocada a participar das mais sutis pulsações do embate decisivo entre vida e morte na alma humana.

SERVIÇO
A Morte de Ivan Ilitch
, com Cácia Goulart. Sábado, 19 de março, às 20h30, e domingo, 20 de março, às 19h. Centro Cultural Vasco (rua São João, 1840). Gratuito. Informações: (17) 3011-1496.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso